01 de Dezembro, 2013 - 16:25 ( Brasília )

FRADE - O Campo de Frade

Detalhes do Campo de Frade, que integra a Bacia de Campos.

O Campo Frade é o primeiro projeto de exploração e produção de petróleo da Chevron no Brasil. A Chevron Brasil Upstream Frade, afiliada da Chevron Corporation, opera e detém uma participação de 51,7% deste campo em parceria com a Petrobras (30%) e a Japão Petróleo Frade (18,26%).

A produção começou no Campo Frade em 2009, atingindo um pico de produção diária de cerca de 88 mil barris de petróleo e de um milhão de metros cúbicos de gás natural (38 milhões de pés cúbicos) em 2011.

Os poços do Campo Frade ficam conectados a um navio plataforma de 370 metros de comprimento, a Unidade Flutuante de Produção, Estocagem e Transferência (FPSO), capaz de processar até 100 mil barris de petróleo por dia e armazenar até 1,5 milhão de barris de petróleo, bem como tratar e comprimir 3 milhões de metros cúbicos de gás natural (106 milhões de pés cúbicos).

O Frade fica na Bacia de Campos, a uma profundidade de 1.128 m (3,700 pés), a cerca de 370 km (230 milhas) a nordeste do Rio de Janeiro. A estrutura geológica é um canal turbidítico em um vale de talude com uma falha principal dividida em dois blocos que se estendem por uma área de 20 quilômetros quadrados.

Em novembro de 2011, foi identificado um afloramento no Campo Frade. A resposta da Chevron ao incidente foi rápida e responsável, dentro dos melhores padrões da indústria. Em março de 2012, um novo afloramento aconteceu a 3 km do primeiro. No mesmo mês, a produção foi interrompida no local, por iniciativa da Chevron, como medida de precaução. E a empresa continua trabalhando com as autoridades brasileiras até a situação estar totalmente solucionada.