29 de Agosto, 2013 - 11:32 ( Brasília )

IV Conferência Naval Interamericana Especializada em Interoperabilidade entra no 2º dia de atividades


De 26 a 30 de agosto, a Escola de Guerra Naval sedia a IV Conferência Naval Interamericana Especializada em Interoperabilidade (CNIE-I). Delegações das Marinhas da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Estados Unidos da América, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, assim como representantes da Junta Americana de Defesa (JID) e da Rede Naval Interamericana de Telecomunicações (RNIT) se reúnem com o objetivo de aprimorar a interoperabilidade e ampliar a cooperação naval.
 
No segundo dia de evento, houve o término das exposições das delegações. Assuntos como segurança marítima, ajuda humanitária conjunta e troca de informações sobre tráfego marítimo foram amplamente abordados pelos expositores. Em seguida, foram formados grupos de trabalho específicos, visando a aprovação do Manual do Sistema de Segurança e Ajuda Humanitária Interamericano e a condução  de estudos sobre a necessidade de se ter um sistema alternativo ao sistema de comunicações CENTRIXS, a ser adotado pelas marinhas componentes da Conferência Naval Interamericana.
 
Ao final do dia, os participantes visitaram o Museu Naval, na Praça XV, no Rio de Janeiro (RJ). O Diretor do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha, Vice-Almirante (Refº) Armando de Senna Bittencourt, recebeu o grupo de visitantes e percorreu todas as salas do museu, passando informações sobre a história da Marinha do Brasil.