07 de Agosto, 2013 - 14:43 ( Brasília )

Toneladas de Diplomacia - China e Coreia do Norte reprovam no navio de guerra japonês

Japão apresenta maior navio militar desde o fim da 2ª Guerra

Após a Marinha japonesa ter apresentado ontem seu maior navio de guerra Izumo - class helicopter destroyer, o Ministério da Defesa da China mostrou nesta quarta-feira sua preocupação pelo "contínuo rearmamento do Japão", pedindo ao governo do país se centrar em "uma autodefesa pacífica", informou a imprensa oficial.

"O Japão deveria refletir sua história, ser fiel a sua autodefesa e cumprir sua promessa de seguir um caminho de desenvolvimento pacífico", assinalou o ministério chinês.

As autoridades da Coreia do Norte, tradicional aliado ideológico da China, também reprovou a apresentação do novo navio de guerra japonês, assinalando que o governo japonês cruzou uma "linha de perigo".

Observadores citados pela imprensa oficial chinesa acusam o Izumo, que conta com instalações para helicópteros, de ser na realidade um porta-aviões, tipo de embarcação que é proibido ao Japão desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

O navio foi inaugurado ontem no porto de Yokohama e, segundo especialistas militares, é o maior já adquirido pela Marinha japonesa desde a Segunda Guerra Mundial, quando o Exército imperialista japonês, aliado da Alemanha nazista, contava com uma das frotas de porta-aviões mais potentes da História contemporânea.