13 de Maio, 2013 - 08:42 ( Brasília )

Toneladas de Diplomacia - Coreia do Sul e EUA iniciam manobras com porta-aviões nuclear


Coreia do Sul e Estados Unidos iniciaram nesta segunda-feira um exercício naval de dois dias no qual participará o porta-aviões de propulsão nuclear americano USS Nimitz, que chegou no sábado a águas sul-coreanas entre fortes críticas da Coreia do Norte.

O USS Nimitz, um dos maiores navios de guerra do mundo com suas 97 mil toneladas, partiu do porto sudeste de Busan para realizar exercícios com a Marinha da Coreia do Sul perto da cidade industrial de Pohang no Mar do Leste (Mar do Japão), informaram as Forças Conjuntas de Coreia do Sul e EUA.

O porta-aviões, que segundo especialistas conta com uma tripulação de quase seis mil homens e capacidade para 90 aviões e helicópteros, lidera o Grupo de Ataque Nimitz dos EUA, que também inclui cruzadores e destróieres com mísseis guiados.

A Coreia do Sul mobilizou dois de seus principais destróieres, que junto aos navios americanos farão exercícios de detecção de mísseis, defesa contra ataques submarinos e manobras antiaéreas, segundo fontes militares de Seul.

A Coreia do Norte qualificou ontem a chegada do USS Nimitz de "uma aberta ameaça e uma chantagem", assim como "uma grave provocação militar para suscitar a todo custo uma guerra nuclear contra o país", segundo um comunicado assinado pelo Comitê para a Reunificação Pacífica da Coreia.

Este órgão político do regime comunista também advertiu que seu Exército "afundará a embarcação dos EUA" no caso de "se atrever a atacar" a Coreia do Norte, uma possibilidade descartada completamente.