07 de Maio, 2013 - 10:05 ( Brasília )

Marinha realiza batimento de quilha do Navio Hidroceanográfico Fluvial “Rio Branco”


O Diretor-Geral do Material da Marinha, Almirante-de-Esquadra Arthur Pires Ramos, presidiu a cerimônia de Batimento da Quilha do Navio Hidroceanográfico Fluvial (NHoFlu) “Rio Branco”, no dia 23 de abril, nas dependências da Indústria Naval do Ceará (INACE), estaleiro construtor, em Fortaleza (CE).

O evento contou com as presenças do Comandante do 3° Distrito, Vice-Almirante Bernardo José Pierantoni Gambôa; do Diretor de Engenharia Naval, Vice-Almirante (EN) Francisco Roberto Portella Deiana; do Diretor-Presidente da Inace, Antônio Gil Fernandez Bezerra; e do Diretor-Geral do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), Rogério Guedes, e foi marcado pelo ato simbólico de “martelar” a quilha, herança dos tempos em que a fixação era feita por pregos, ação executada pelo Diretor-Geral do Material da Marinha e que representa o “nascimento” da embarcação.

A construção do NHoFlu está inserida no Projeto de Cartografia da Amazônia, realizado em parceria com o Exército Brasileiro, a Força Aérea Brasileira e o Serviço Geológico do Brasil, sob coordenação do Censipam, órgão subordinado ao Ministério da Defesa.

O projeto tem como propósito realizar o Levantamento Estratégico Integrado para Amazônia, visando cobrir os “vazios cartográficos” da região. Coube à Marinha do Brasil, por meio da Diretoria de Hidrografia e Navegação, coordenar o Subprojeto de Cartografia Náutica, de modo a apresentar, como produto final dos trabalhos, cartas náuticas da Bacia Amazônica atualizadas na escala de 1:100.000. A Marinha apresentou a necessidade de novos navios para execução dos levantamentos hidrográficos e foi contemplada com recursos para a obtenção de cinco meios, sendo quatro Avisos Hidroceanográficos Fluviais e um Navio Hidroceanográfico Fluvial.

Ao NHoFlu “Rio Branco” serão atribuídas as tarefas de levantamentos hidroceanográficos, as coletas de dados ambientais, atualizações contínuas de cartas e as publicações náuticas. O meio naval poderá atuar, também, em apoio aos órgãos governamentais na Defesa Civil, em ações de socorro e ações cívico-sociais.

A Marinha, representada pela Diretoria de Engenharia Naval, e o Estaleiro Inace assinaram, em 05 de dezembro de 2012, o contrato para a construção NHoFlu “Rio Branco”, primeiro navio integralmente projetado pelo Centro de Projetos de Navios, da Força. O navio ficará sediado em Manaus (AM) e subordinado ao Com9ºDN, sua entrega está prevista em 18 meses.