03 de Maio, 2013 - 09:25 ( Brasília )

Marinha do Brasil - Exercício de Defesa, Patrulha e Inspeção


Durante a Comissão “PATNAV Tabatinga IV”, o Navio-Patrulha Fluvial (NPaFlu) “Roraima”, subordinado ao Comando da Flotilha do Amazonas, realizou Patrulha e Inspeção Naval nas quase 900 milhas de extensão do Rio Solimões, entre Manaus e Tabatinga (AM), e, também, na tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru.

A presença da Marinha do Brasil na extensa calha do Rio Solimões tem papel fundamental na manutenção e no controle aquaviário, bem como no cumprimento dos regulamentos para a segurança da navegação.

Para inspecionar embarcações de transporte de passageiros, de transporte geral e regionais, com rapidez e eficiência, são empregadas  as Lanchas de Ação Rápida (LAR), pelos Navios-Patrulha Fluvial.

Exercício de Defesa do Porto do Mucuripe

O Comando do 3º Distrito Naval encerrou, no dia 25 de abril, o exercício de Defesa do Porto de Mucuripe, denominado “DEPORTEX-NE-2013”, realizado entre os dias 23, 24 e 25 de abril. Durante os três dias de operação, no controle de acesso ao Porto de Mucuripe, foram vistoriados 992 veículos e inspecionadas 4.528 pessoas. Além das abordagens a embarcações que adentraram ao porto, verificando sua documentação e material de salvatagem, foram verificadas, também, a habilitação de seus condutores.

O treinamento consistiu na manutenção da lei, da ordem e a preservação do patrimônio portuário nacional em proveito da Copa das Confederações e Copa do Mundo. Nesse período, foram realizados exercícios com o propósito de testar o planejamento inicial e identificar pontos sensíveis, tais como: evacuação médica, desativação de artefato explosivo, controle de distúrbio civil, dentre outros.

Para a operação, foram mobilizados 223 homens da Marinha do Brasil sediados em Natal (RN) e Fortaleza (CE), 12 viaturas operativas do Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal, nove viaturas administrativas e três embarcações da Capitania dos Portos do Ceará. Participaram, também, a tropa do Exército Brasileiro, pertencente ao Comando da 10ª Região Militar; a Companhia Docas do Ceará, por meio da sua Guarda Portuária; a Polícia Militar; o Corpo de Bombeiros Militar; a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança; a Agência Brasileira de Inteligência; a Receita Federal; a Autarquia Municipal de Trânsito; e a Petrobras.

As unidades navais patrulharam os acessos e as vias internas do Porto do Mucuripe durante 24 horas, no período em que durou o exercício, proporcionando o efetivo controle terrestre e naval do tráfego marítimo na área.

O exercício de Defesa de Porto “DEPORTEX-NE-2013” faz parte de um planejamento em que o Comando do 3° Distrito Naval realiza treinamentos nos diversos portos da sua área de jurisdição.