COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Terrestre

21 de Novembro, 2002 - 12:00 ( Brasília )

MOUT - Military Operations on Urbanized Terrain


URBAN WARFARE

MOUT - Military Operations on Urbanized Terrain

Doug Sample
US Army


WASHINGTON, Nov. 27, 2002 -- Quando falamos no combate do futuro, as forças inimigas não nós esperarão para um combate aberto.

O Coronel . Paul Melody, diretor do Army Combined Arms and Tactics Directorate, afirmou que embora a superioridade de treinamento, poder de fogo e armamentos das forças americanas as batalhas do futuro serão combatidas em áreas urbanas,onde as regras do combate mudaram.

"A filosofia é que se nós formos forçados a lutar, não será em campo aberto. Nós desejamos is para o combate com uma vantagem, colocar a guerra a nosso favor. Não é o conceito do atrito de ir e eliminar cada força inimiga. Você ataca o que é vital, ataca duro, e se necessário em toda a extensão e profundidade das forças inimigas."

Melody, um oficial de infantaria e historiador militar, descreveu o futuro da estratégia de combate americana , expôs a evolução da doutrina do US Army e seu futuro na guerra terrestre, e detalhou como forças conjuntas conduzirão operações militares em terrenos urbanizados.

Essa doutrina indica que deve ser usadas vários princípios das operações terrestres e indica a importância de as forças posicionarem-se na área de operações e deter os adversários por estabelecer suas forças e obter uma vantagem operacional.

O objetivo é derrotar o inimigo, terminar o conflito em termos favoráveis aos objetivos nacionais( americanos), e estabelecer uma estabilidade pós-conflito.

"O objetivo não é de suplantar o inimigo em números, mas de superá-lo com ações, que na prática os impeçam de opor uma resistência contra nós.( US Army). Isso não significa que o combate não será duro, mas o conceito é de evitar que transforme-se em moroso e do tipo casa à casa."

A estratégia para o combate em Zonas Urbanizadas surgiu após uma análise do National Defense Panel, Dezembro 1997, revelou que o US Army não tinha conceitos claros e firmes para operações em zonas urbanizadas. O que aconteceu na Somália, onde 18 soldados perderam a vida em um mortal conflito nas ruas de Mogadiscio.

Salientando os desafios que as forças convencionais enfrentariam nessa nova face da guerra e que não haveria operações a campo aberto, o comitê salientou que os militares expandissem suas pesquisas e desenvolvimentos com o foco na Guerra urbana.

A Somália não foi a primeira vez que as forças americanas enfrentaram as dificuldades do terreno urbanizado . Já na Segunda Guerra Mundial as forças americanas tiveram que combater nas ruas das cidades.

Cel. Melody afirmou que desde o fim da Guerra Fria, o pensamento do US Army era de que o inimigo não desejaria lutar nas cidades mais do que os soldados americanos.

"Entretanto, uma das grandes lições aprendidas desde a Segunda Guerra Mundial era de que o US Army necessitava ter uma doutrina para as tropas estarem melhor preparadas para esse combate."

No últimos anos o US Army tem preparado as unidades para o desafio de combate em zona urbanizada como o centro de treinamento de U$34,0 milhões, estado da arte para operações MOUT no Joint Readiness Training Center, Fort Polk. A cidade experimental tem três tipos de cidade e 40 diferentes tipos de construções em sete acres. O sítio permite a operação de um pelotão até uma brigada em operações leves ou de grande intensidade, inclui também operações aéreas,, como assaltos, operações com helicópteros a permite um sentimento real do combate através de um sofisticado sistema de sinalização com fumaça e som.

O US Army tem sítios similares, embora não tão completos , em Fort Hood, Texas, e Fort Leavenworth, Kansas, e na Europa. A força também está planejando construir até 80 novos sítios de treinamento para Operações MOUT até 2009.

Cada ano até 11 brigadas de infantaria leve e unidades da Guarda Nacional, são treinadas em Fort Polk, em como limpar construções fortificadas e engajar forças inimigas protegidas em terreno urbanizado.

Major Perry Beissel, oficial reponsável pelos treinamentos reais ( Live-Fire ) Military Operations on Urbanized Terrain no Centro afirmou que os soldados são treinados em cada cenário de combate possível em um período sobre um período de quatro semanas.

"Essencialmente, nós estamos onde a borracha encontra a o caminho.Você não terá um passeio tranquilo. Você tem de abrir seu caminho através da cidade e lutar para abrir o seu caminho para sair."



Outras coberturas especiais


Fuzileiros Navais

Fuzileiros Navais

Última atualização 18 OUT, 21:00

MAIS LIDAS

Especial MOUT