COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Segurança

14 de Outubro, 2012 - 18:00 ( Brasília )

Inteligência foi ponto alto da ocupação no RJ

Secretário de Segurança Pública afirmou que ocupação aconteceu de forma esperada e diz que ação é uma vitória

O secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Maria Beltrame, afirmou que a operação de ocupação dos complexos do Jacarezinho e Manguinhos realizada neste domingo ocorreu de forma esperada e teve como ponto alto a inteligência das forças de segurança.

“Todas as operações tiveram uma particularidade. Dessa vez o ponto alto foi a inteligência”, declarou. Segundo Beltrame, a ação iniciada às 5h de hoje encerra a primeira etapa da ocupação, que acontece a alguns dias. “Se pegarmos os resultados que os policiais tiveram na região nos últimos dias [de apreensão e prisões] veremos que a atuação dos agentes na região teve um bom resultado”, completou. 

 

Beltrame reforçou a declaração do governo Sérgio Cabral, de que serão implantadas UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) nas duas comunidades. Entretanto, os agentes das forças de segurança continuarão permanentemente no local até que isso aconteça. “As duas serão inauguradas muito próximas. A data limite é janeiro”.

“Agradeço a todos. É uma vitória importante da sociedade, da população e do serviço público dessas duas policias [Militar e Civil] e forças de segurança. A ação bem sucedida da polícia mostra a sua força e mostra para a população o quanto ela está próxima deles”, finalizou Beltrame.

A chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Marta Rocha, também confirmou o sucesso da operação e afirmou que a corporação trabalhou nessa ação ao longo do último mês. Marta também ressaltou a importância da participação da população e pediu que as pessoas denunciem os suspeitos.

“Nenhuma informação que chega é desconsiderada. Trazer a participação da sociedade é uma das ações mais importantes”, disse. A chefe da Polícia Civil disse ainda que nos próximos dias outros grandes resultados serão apresentados.

Ocupação

Cerca de 900 agentes de segurança participaram da ocupação nos complexos do Manguinhos e Jacarezinho. A ação começou às 5h e durou cerca de 20 minutos. As bandeiras do Brasil e do Rio de Janeiro foram hasteadas no centro do complexo de favelas de Manguinhos, onde ficará a base provisória das forças de pacificação. 



Outras coberturas especiais


Fundação EZUTE

Fundação EZUTE

Última atualização 19 OUT, 20:20

MAIS LIDAS

Especial MOUT