COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Defesa

13 de Março, 2018 - 09:50 ( Brasília )

Ministro da Defesa tem sua primeira reunião de trabalho com o Comando Militar do Leste (CML)


Acompanhado de militares das três Forças Singulares, o ministro da Defesa interino, general Joaquim Silva e Luna, participou, nesta segunda-feira, da primeira reunião de trabalho com o comandante Militar do Leste, e responsável pela Intervenção Federal na Segurança do Rio de Janeiro, general Walter Braga Netto.

Na ocasião, Braga Netto falou sobre os desafios do CML para este ano e detalhou ao ministro o planejamento e os objetivos da intervenção federal, bem como a estrutura do gabinete que o apoia nessa missão, prevista para durar até o fim do ano.

Participaram do encontro o general Richard Nunes, nomeado por Braga Netto como secretário de Segurança do Estado, e o chefe de gabinete da intervenção, general Mauro Sinott.

O ministro Silva e Luna foi recebido com honras militares já na chegada ao CML e, após reunião com o general Braga Netto, visitou a sala de Comando e Controle, composta por militares das três Forças Singulares, e por profissionais da Força Nacional de Segurança, e de órgãos como as Polícias Militar, Federal e Rodoviária Federal, além da Abin (Agencia Brasileira de Inteligência).

A exemplo do que já havia feito ao assumir o comando da Pasta, o ministro da Defesa voltou a assegurar o aumento no apoio das Forças Armadas ao Rio de Janeiro, caso o general Braga Netto avalie tal necessidade. "O Ministério da Defesa tem acompanhado o planejamento das ações, e está à disposição do CML, podendo autorizar, inclusive, o incremento de tropas no estado do Rio, caso isso seja apontado como uma necessidade", disse.

O ministro Silva e Luna também visitou o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), onde está situado o gabinete da intervenção.


 

Fotos: Tereza Sobreira/MD

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 19 MAI, 20:40

MAIS LIDAS

Especial MOUT