COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Terrestre

21 de Fevereiro, 2017 - 09:30 ( Brasília )

Operação Varredura: Militares do Exército vistoriam presídio em Porto Velho


Alexandre Gonzaga

Militares da 17ª Brigada de Infantaria de Selva realizaram, nesta segunda-feira (20), uma varredura no Presídio Doutor José Mário Alves, mais conhecido como "Urso Branco". Cerca de 350 homens do Exército entraram no presídio para uma vistoria em celas, galpões, telhados, pisos em busca de objetos como armas, celulares, drogas, carregadores, munições, dentre outros produtos ilícitos.

Durante a ação foram encontrados 546 objetos perfurantes e cortantes, entre facas e lâminas, além de 19 aparelhos de celulares, nove carregadores, e outros itens como televisores, aparelhos de dvd, pen drives e balanças improvisadas. Também foram apreendidos 40 publicações com anotações suspeitas. A varredura em Porto Velho, capital de Rondônia, é a oitava operação realizada pelas Forças Armadas.

Os militares já estiveram na Colônia Agrícola Monte Cristo, em Boa Vista, estado de Roraima; na Cadeia Púbica desembargador Raimundo Vidal Pessoa, em Manaus, no estado do Amazonas; na Penintenciária Estadual de Parnamirim e na Cadeia Pública de Mossoró, ambas no Rio Grande do Norte; e no Estabelecimento Penal  “Jair Ferreira de Carvalho”, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

A “Operação Varredura”, autorizada pelo presidente Michel Temer, consiste no emprego de meios das Forças Armadas, em ações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), temporárias e episódicas, nas dependências de estabelecimentos prisionais.  O trabalho conta com o apoio do Ministério Público Militar, das Polícias Militares, de agentes penitenciários e de funcionários do Departamento Penitenciário Nacional.



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 22 OUT, 14:00

MAIS LIDAS

Especial MOUT