COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Segurança

21 de Setembro, 2016 - 09:10 ( Brasília )

Secretário admite conversa sobre apoio do Exército no RS

Este será o segundo pedido do Palácio Piratini ao Comando Militar do Sul. Anúncio ocorre um dia após jovem ser morto no aeroporto de Porto Alegre.

O secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, vai se reunir na quinta-feira (22) com o comandante do Comando Militar do Sul, Edson Leal Pujol. A intenção é pedir apoio do Exército.

Em entrevista à Rádio Gaúcha na tarde desta terça-feira (20), Schirmer disse, no entanto, que "não quer gerar falsas expectativas que eventualmente não vão se concretizar". "Há uma possibilidade [do Exército ser chamado para trabalhar nas ruas], não sei ainda em que direção, de que forma e como, mas pretendo contar com todos.

Eu tenho o maior carinho com o Exército brasileiro, sua postura, sua dedicação e imensa devolução no país. Enfim, vamos conversar", disse o secretário. O anúncio ocorreu um dia após um jovem ser morto no saguão do terminal 2 do Aeroporto Internacional Salgado Filho. A vítima foi identificada como Marlon Roldão Soares, de 18 anos.

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul acredita que o jovem tenha sido morto em meio a uma guerra entre facções criminosas que atuam na capital gaúcha. Mesmo que a vítima não tenha passagens pela polícia, como aponta a investigação. Seria uma "demonstração de força", resume o delegado Adriano Melgaço.

Governo já havia solicitado apoio ao Exército

No final de agosto, o vice-governador José Paulo Cairoli já tinha solicitado apoio ao Exército. A assessoria do governo estadual ressaltou que o reforço do policiamento por militares foi descartado, e que o Comando Militar do Sul avaliaria outras formas de contribuir na área.

O encontro, na época, ocorreu no dia em que servidores da Força Nacional de Segurança começaram a atuar no policiamento da capital gaúcha. Esse reforço seguirá até o começo de novembro em Porto Alegre.

Schirmer afirma que governo do RS pedirá novamente ajuda do Exército¹

O secretário estadual da segurança pública do Rio Grande do Sul confirmou, em entrevista à Rádio Gaúcha, nesta terça-feira, que vai pedir novamente ajuda do Exército para conter a onda de violência no Estado. Cezar Schirmer disse que tem uma reunião na próxima quinta-feira com o comandante militar do sul, general Edson Leal Pujol.

— Quinta-feira eu tenho encontro com o Exército, com o comandante general Pujol, que é comandante militar do Sul. Meu amigo gaúcho, lá de Dom Pedrito, com quem eu tenho uma relação pessoal muito positiva.

Schirmer disse que não quer gerar falsas expectativas que, eventualmente, não se confirmem, mas indicou que vai pedir o apoio.

— Mas certamente que há uma possibilidade. Ainda não sei em que direção, em que forma, nem como. Mas precisamos contar com todos. Insisto nessa questão. Tenho o maior carinho com o Exército brasileiro. Sei da sua postura, da sua dedicação ao nosso país. Enfim, vamos conversar. Insisto nessa questão da soma de um pouco de cada um a favor de todos. Eu acho que dá para construir no curto prazo soluções positivas a favor do Estado.

¹com ZH/
Eduardo Matos

 



Outras coberturas especiais


Fundação EZUTE

Fundação EZUTE

Última atualização 19 OUT, 20:20

MAIS LIDAS

Especial MOUT