COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Terrestre

27 de Março, 2015 - 21:51 ( Brasília )

MARÉ - Gibi com Maquete do Guarani gera controvérsia

Gibi distribuído pelo Exército na Maré não é bem recebido



Francisco Edson Alves
Jornal O Dia

Rio - Tropas da Força de Pacificação do Complexo da Maré, em Bonsucesso, têm distribuído para crianças, exemplares da revista ‘O Recrutinha’ — edição periódica do Exército, com passatempos e histórias em quadrinhos da corporação. A iniciativa, porém, está saindo como um “tiro pela culatra” e causando polêmica. Na página 11, há instruções para o recorte e a montagem do blindado batizado de Guarani.

“Há décadas convivemos com um clima de terror e guerra, agravado por esses blindados gigantes. Um simples desenho desses desperta pânico nos meus filhos”, criticou o garçom Mariano Assis, de 37 anos, pai de dois meninos, de 6 e 8 anos.

Edson Diniz diretor da ONG Redes de Desenvolvimento da Maré, também não poupou críticas. “É uma ideia infeliz e sem noção. Demonstra a total falta de tato e conhecimento da corporação para com a realidade dos moradores, que continuam dominados pelo terror da violência”, opinou.

Para o advogado João Tancredo, do Instituto de Defesa de Direitos Humanos, o material “é um deboche do Exército. Só pode ser. Blindado, para essas comunidades sofridas, lembra Caveirão (blindado da Polícia Militar), mortes, extermínio. É um desrespeito”, lamentou.

O Guarani foi lançado em 2014 para transporte de militares em operações. Tem capacidade anfíbia e é equipado com canhão e metralhadora. Em nota, a Força de Pacificação da Maré informou que a intenção da revista é “divulgar a História do Brasil, a Pátria, os deveres cívicos, o papel do Exército e noções de valores como moral, camaradagem e honestidade.”



Outras coberturas especiais


Base Industrial Defesa

Base Industrial Defesa

Última atualização 18 DEZ, 10:00

MAIS LIDAS

Especial MOUT