COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Terrestre

24 de Abril, 2014 - 09:20 ( Brasília )

Comandante do EB visita a Força de Pacificação Maré


A Força de Pacificação do Complexo da Maré recebeu, no dia 18 de abril, a visita do Comandante do Exército, General de Exército Enzo Martins Peri, acompanhado do Comandante Militar do Leste, General de Exército Francisco Carlos Modesto.

Durante a visita, a comitiva pode verificar o andamento dos trabalhos da Força de Pacificação Maré e assistir a uma apresentação realizada pelo Comandante da Força de Pacificação, General de Brigada Roberto Escoto, além de um sobrevoo e um reconhecimento terrestre da área de operações.

Ocupação do Complexo da Maré

Tropas do Exército e da Marinha substituíram parte do efetivo da Polícia Militar no Conjunto de Favelas da Maré, na Zona Norte do Rio. A operação batizada de "São Francisco" — coordenada pelo Comando Militar do Leste (CML) — tem 2.050 homens da Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército, 450 da Marinha, 200 da Polícia Militar e uma equipe avançada da 21ª DP (Bonsucesso). A Aeronáutica poderá auxiliar as operações, caso seja necessário.

De acordo com o Ministério da Defesa, a Força de Pacificação atuará até o dia 31 de julho em uma área de aproximadamente dez quilômetros quadrados. A ação será comandada pelo general de brigada Roberto Escoto, comandante da Infantaria Paraquedista, uma unidade de emprego estratégico do Exército.

Planalto reforça caixa em 200 Milhões

O governo abriu um crédito extraordinário de R$ 5,1 bilhões ao orçamento da União deste ano, por meio da Medida Provisória 642, publicada no “Diário Oficial da União” desta terça-feira.

Por se tratar de despesa financeira, R$ 4,9 bilhões desse total não produzirão impacto no resultado primário das contas do setor público, conceito considerado para efeitos de fixação e cumprimento de metas fiscais.

Essa fatia mais relevante da dotação orçamentária aberta pela MP se destina à concessão de créditos a alunos de universidades privadas no âmbito do Programa de Financiamento Estudantil (Fies).

Os R$ 200 milhões restantes, que terão impacto nas contas primárias, vão reforçar o orçamento do Ministério da Defesa, mais especificamente as ações daem apoio às Forças de Segurança Pública na cidade do Rio de Janeiro.

Leia também:

:: Maré – Tropas do CMS assumem dia 31 Maio

:: MARÉ - Gen Escoto:Usaremos Inteligência para pegar bandidos


 



Outras coberturas especiais


Aço - Leopard 1A5Br

Aço - Leopard 1A5Br

Última atualização 18 DEZ, 12:00

MAIS LIDAS

Especial MOUT