COBERTURA ESPECIAL - Aço - Leopard 1A5Br - Terrestre

01 de Outubro, 2012 - 18:45 ( Brasília )

Life Firing Monitoring Equipment (LFME) é testado pelo EB


Um equipamento caríssimo foi testado no dia 29 de setembro, no Campo de Instrução do Exército Barão de São Borja (Saicã), em Rosário do Sul. Fabricado pela alemã KMW, o Life Firing Monitoring Equipment (LFME) é um aparato de vídeo que une software para simulação e treinamento de tiro prático em carros de combate.

Dotado de câmeras, ele permite que tanto os militares que operam o blindado quanto os que estão na torre de comando observem a ação pelo ponto de vista do artilheiro. O LFME custa 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 4 milhões).

O teste do equipamento começou na manhã do dia 29 de setembro e foi até o fim da tarde. Participaram da ação 10 alunos concluintes do curso avançado de tiro, que integraram a equipe de avaliadores. Eles farão um relatório para o Exército Brasileiro, recomendando ou não a compra do equipamento.

– É um aparato caro, mas a relação custo-benefício pode ser interessante pela qualidade do treinamento – elogiou o comandante do centro de instrução, coronel Marcelo Ribeiro.

O teste foi feito com nove blindados Leopard 1A5, que, parados ou em movimento, atiraram em alvos móveis e fixos. Na torre de comando, os instrutores observavam o desempenho da equipe em relação ao funcionamento do sistema de armas, além de receber dados da condição do veículo e o índice de sucesso da missão.

Segundo o fabricante, o maior benefício do LFME é a facilidade e a rapidez no treinamento, já que os erros da tripulação podem ser corrigidos imediatamente, e os acertos, que servirão de exemplo, estão registrados em vídeo.