COBERTURA ESPECIAL - Aço - Leopard 1A5Br - Terrestre

01 de Junho, 2017 - 10:10 ( Brasília )

A Manutenção Preventiva na Viatura Blindada Especial de Socorro 1Br


Clébio Diniz da Rocha Benício
Cap Instrutor do CI Bld


Ádamo Luiz Colombo da Silveira
Cel Comandante do Centro de Instrução de Blindados


Entende-se como manutenção preventiva o conjunto de atividades periódicas, que visam minimizar e evitar falhas utilizando processos de vistorias, testes, reparações e até substituição de peças. A manutenção preventiva apresenta baixa complexidade técnica, devendo envolver o usuário, o pessoal da manutenção e todos os níveis de comando. Para isso, deve-se utilizar os manuais técnicos, as ferramentas e equipamentos adequados.

A manutenção de 1º escalão está relacionada as ações feitas pelo usuário do material de emprego militar e pela Organização Militar responsável, de forma que o material apresente boas condições de apresentação e funcionamento. A manutenção preventiva de 2º escalão encontra-se relacionada as Companhias Logísticas de Manutenção.

A Viatura Blindada Especial Socorro é um veículo sobre lagarta que pode ser utilizado para resgatar e evacuar materiais, assim como possibilita elevar cargas para reparação. Seu equipamento técnico de resgate é constituído de guincho principal, lâmina de terraplanagem e guindaste. Sua tripulação é composta por três homens: comandante, motorista e soldado de resgate.

A manutenção preventiva dessa viatura consiste na observação de várias partes constituintes do referido material. São programadas manutenções trimestrais, semestrais, anuais e bianuais. Deve ser dado importância na inspeção dos níveis de óleo, folgas e ajustes para evitar danos maiores aos componentes da viatura.



Quando necessário deverão ser feitos os recompletamentos de óleo e substituição de peças. De acordo com a diagonal de manutenção a ser realizada poderá ser necessário a troca do óleo, sendo que no caso dos lubrificantes, apenas no motor são utilizados 54 (cinquenta e quatro) litros de óleo do tipo SAE 15W40 e na transmissão são utilizados até 85 (oitenta e cinco) litros de óleo SAE 5W30.

Antes do início dos trabalhos de manutenção deve-se observar em qual escalão será realizada a manutenção, se as peças sobressalentes e materiais de consumo encontram-se disponíveis, se a ferramenta especial e unidades de medição e teste estão a disposição, verificar a correta especificação dos lubrificantes, a utilização da ferramenta adequada para não danificar os componentes da viatura e atenção na calibração e aplicação dos torquímetros.

Os Conjuntos e peças desmontados deverão ser protegidos da poeira e umidade, também deverão ser identificadas e guardadas juntas até a utilização.

Durante os trabalhos de limpeza devem ser observados os produtos que colocam em risco as vias respiratórias em razão da volatilidade e até risco de incêndio. Para minimizar estes efeitos sugere-se realizar a manutenção em ambientes abertos.

Deve-se realizar a limpeza de rolamentos e testes de desgaste nas peças sujeitas a pressão, impacto, tração, atrito e rotação, pois apresentam maior desgaste, em virtude disso, deverão ser inspecionadas visualmente.

Na realização da manutenção preventiva não se pode esquecer de aspectos relativos as normas de segurança, uma vez que devido a viatura ser blindada encontra elevado peso em alguns de seus componentes, o que poderá vir a provocar acidentes com o pessoal envolvido na atividade.



Detalhes deverão ser seguidos conforme o manual, como nos casos de remoção e instalação do bloco do motor, condições das mangueiras, sistema de combustível, arrefecimento, elétrico, freios, escape de gases e diferentes estruturas.

Desta forma ela estará em condições de prestar o apoio necessário as operações em campanha das VBC CC Leopard. O principal emprego das VBE Socorro é o de reparação em campanha, para isso conta com um guindaste de elevação de 20 toneladas e um guincho principal com capacidade de tração de até 35 toneladas.

Com isso, o Centro de Instrução de Blindados contribui na especialização de Sargentos de Material Bélico em Manutenção de Viaturas e Armamentos para que os conhecimentos aqui adquiridos possam ser disseminados no corpo de tropa.

Fontes:

- Manual de Campanha de Logística (EB20 - MC – 10.204, Portaria nº 002 – EME, de 2 de janeiro de 2014;
- Manual Técnico de Serviço 2350/025-12 Viatura Blindada Especial de Socorro 1Br
- Manual Técnico de Serviço 2350/025-34 Viatura Blindada Especial de Socorro 1Br
- Normas Administrativas Relativas à Manutenção (NARMNT), Separata nº 2 ao BE 27/02 , de 05 de julho de 2002.