COBERTURA ESPECIAL - Aço - Leopard 1A5Br - Terrestre

03 de Agosto, 2015 - 15:30 ( Brasília )

12º BE Cmb Bld – Viatura VBC Eng Leopard 1Br


O 12º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado recebeu a missão de montar o Caderno de Instrução da Viatura Blindada de Combate de Engenharia - VBC Eng Leopard 1Br.

O Batalhão está realizando operações com a viatura, a fim de obter ilustrações para enriquecer o manual com procedimentos realizados no Brasil.

O 12º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado (12º B E Cmb Bld) é uma unidade do Exército Brasileiro localizada no município de Alegrete, no Rio Grande do Sul.  Com a missão de apoio de Engenharia da 3ª Divisão de Exército, a Divisão Encouraçada.

A partir de 1º de março de 2005, passou a denominar-se 12º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado, conforme Portaria 943 de 20 de dezembro de 2004. Em 17 de março de 2005, o 12º BE Cmb Bld, mudou a subordinação, para a 6ª Brigada de Infantaria Blindada (Santa Maria-RS), deixando de ser subordinado a 3ª Divisão de Exército.

No ano de 2006, o Btl iniciou a sua transformação para OM Bld, com a recepção de 14 VBTP M113, suficientes para dotar a 1ª Cia E Cmb com couraça semelhante às armas base de Brigada que apóia.

  • Possui 4 Companhias sendo elas:
    • Cia C Ap
    • 1ª Cia E Cmb Bld
    • 2ª Cia E Cmb Bld
    • Cia E Pnt

No ano de 2011 recebeu 4 Carros de Combate Especias da Família LEOPARD, que modernizou o emprego da ARMA DE ENGENHARIA, adequando seus meios de apoio à Brigada que está enquadrada.

  • As viaturas recebidas foram:
    • 02 Leopard Lançador de Ponte
    • 02 Leopard de Combate de Engenharia


O Projeto Leopard foi efetivado em 2006, para mediar a compra dos blindados alemães por meio do Ministério da Defesa. Os veículos são destinados ao reaparelhamento e modernização das Unidades Blindadas do Exército.

A viatura blindada LEOPARD 1A5 é a versão mais moderna da série Leopard 1, que, em relação às características das versões anteriores, traz aperfeiçoamentos no sistema de tiro, de optrônica e de torre.

O Exército Brasileiro conta  com uma frota de 240 blindados Leopard, sendo:

- 220 VBCC 1A5,
- 04 VBE Engenharia,
- 04 VBE Lançadora de Ponte,
- 08 VBE Socorro e
- 04 VBE Escola.

Conta, ainda, com uma grande quantidade de Dispositivos de Simulação e Apoio à Instrução (DSAI), tudo abrangido pela cobertura do Suporte Logístico Integrado.

A aquisição das VBC Leopard 1A5 pelo EB foi muito mais que a compra de um novo material de emprego militar: gerou mudanças relevantes no gerenciamento dos meios, na aquisição de suprimentos, na infra-estrutura de organizações militares, na qualificação de pessoal e na introdução de modernos meios de simulação.

Possibilitou um salto qualitativo nos meios e no adestramento da tropa blindada, colocando o EB em um grupo muito seleto de nações: as que são capazes de operar e manter um blindado moderno.

A experiência, que ainda vem sendo adquirida cada dia, está longe de terminar e ainda há muito o que fazer. Entretanto, a sua utilização para novas aquisições, como agora realiza o EB com a Nova Família de Blindados Sobre Rodas Guarani não pode ser desperdiçada.

Ambas são atividades relevantes, que vão dotar o Exército Brasileiro, a médio prazo, das  competências necessárias para manter sua força blindada com altos níveis de operacionalidade, permitindo com que a nação faça uso dela quando necessário.

 

VBE Engenharia - Viatura Blindada Especializada de Engenharia VBE Engenharia - Viatura Blindada Especializada de Engenharia

Guarnição: 3
Armamento: Anti-aéreo Metralhadora 7,62 MG3. Lançador Fumígeno 77 mm
Sistema de Comunicações: Tadiran VRC 120S
Peso Vazio: 42.500 kg
Em ordem de Marcha: 43.000 kg

Requisitos Operacionais estabelecidos em 1966 baseados em um chassi Leopard 1. Protótipo desenvolvido pela empresa Krupp Mak (desenvolvimento da Porsche). Em 1981 surge o Pionierpanzer 2 com produção iniciada em 1985 e em 1988 modernização de 36 pionierpanze1 e 104 Bergenpanzer 2 ao padrão PiPz 2.

A maior capacidade da VBE Engenharia - Viatura Blindada Especializada de Engenharia é seu braço hidráulico que permite a grande movimentação de sólidos. Pode construir trincheiras de 0,70 m de largura com dois metros de profundidade.

Também está equipado com uma lâmina com extensões para até 3,75 m de largura Acredita-se que todos as quatro unidades da VBE Engenharia - Viatura Blindada Especializada de Engenharia recebidas pelo Exército Brasileiro sejam do modelo Pionierpanzer 2 Dachs.