COBERTURA ESPECIAL - Aço - Leopard 1A5Br - Terrestre

09 de Junho, 2014 - 09:45 ( Brasília )

Centro de Instrução de Blindados recebe Equipamento de Monitoramento do Tiro do CC Leopard 1A5


O Exército Brasileiro, por intermédio do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT) adquiriu da empresa alemã Krauss-Maffei Wegmann Life Firing Monitoring Equipment (LFME), equipamento destinado a monitorar toda a dinânimica do tiro do carro de combate Leopard 1A 5, permitindo maior eficiência na execução do mesmo.

O equipamento vendido ao Brasil é resultado de contribuições de seus usuários e pesquisas de fábrica. É um conjunto altamente móvel e acomodado em caixas de transporte. Possui menos componentes que os atualmente em uso em outros países, sendo que muitos destes componentes são de emprego civil e facilmente disponíveis no mercado. Utiliza o sistema operacional Windows 7, possui interface de operação similar ao Microsoft Office e suas conexões e sistema de gravação tem tecnologia atual e comum (cabos HDMI e pendrives USB, por exemplo).

Em recente reunião de usuário do LFME, ocorrida em Londres, foi destacado que o Brasil foi o primeiro a receber o LFME com esta formatação, fato que gerou a curiosidade de outros países em processo de modernização, como o Reino Unido.

Estes demonstraram interesse em comparecer a alguma atividade de tiro real que empregasse o LFME a fim de avaliar seu desempenho, bem como viabilidade de aquisição. Cumpre destacar que o Brasil é o único país latinoamericano a possuir esta ferramenta de instrução e adestramento de guarnições blindadas.

No período de 28 de maio a 5 de junho, o Centro de Instrução de Blindados recebeu e testou o LFME e teve Instrutores e Monitores capacitados em sua utilização por funcionários da KMW. A atividade foi concluida com o emprego do equipamento em exercício de tiro real realizado pelo 4º Regimento de Carros de Combate no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB) e possibilitou verificar a portabilidade do material, o seu emprego sobre condições climáticas adversas, como chuva e vento e possíveis adpatações do polígono de tiro para o melhorar a efici?ncia do seu emprego.

O equipamento é composto por duas câmeras externas, com recurso de termal, uma estação de controle, acessórios que, ao serem instalados no ineterior no CC permitem captar os dados de tiro e a conversação rádio da guarnição e um sistema de transmissão das informações, utilizando antenas colocadas em cada CC e uma antena que recebe os dados oriundo dos mesmos.