COBERTURA ESPECIAL - Le Bourget - Aviação

27 de Junho, 2011 - 15:50 ( Brasília )

Rolls-Royce demonstra liderança tecnológica no Paris Air Show


A tecnologia de ponta desenvolvida pela Rolls-Royce, empresa global de sistemas de energia, foi um dos destaques no Salão Aeronáutico de Paris, realizado semana passada, no qual o Grupo lançou o mais recente membro da família de motores Trent e recebeu um número significativo de novas encomendas.

A Rolls-Royce confirmou o desenvolvimento de uma versão aprimorada do motor Trent XWB, capaz de fornecer 97.000 libras de empuxo máximo, para a aeronave Airbus A350-1000, ao mesmo tempo em que garantiu encomendas de US$2,9 bilhões de clientes na América do Sul, no Oriente Médio e na Ásia.

O Trent XWB continua sua trajetória de sucesso, com uma encomenda de US$2,2 bilhões feita pela TAM para motores destinados a impulsionar 27 aeronaves Airbus A350-XWBs, incluindo um pacote de serviços de manutenção a longo prazo TotalCare®.

O Trent XWB é o mais avançado motor aeronáutico civil do mundo, e o membro da família Rolls-Royce Trent com mais rápida evolução em vendas, já tendo conquistado encomendas para mais de 1.100 unidades. Respondendo à demanda dos clientes, essa variante de maior empuxo possibilitará maior alcance e capacidade ao avião.

Num outro marco significativo, o Grupo recebeu a homologação do Departamento de Aviação Civil do Japão (Japanese Civil Aviation Board, JCAB) para o avançado motor Trent 1000, que impulsionará o avião Boeing 787 Dreamliner que entrará em serviço na All Nippon Airways ainda esse ano. O Trent 1000 é o mais eficiente motor do 787 Dreamliner. Ele oferece o menor consumo de combustível, menor nível de ruído e menor peso, o que ajudará o avião a reduzir as emissões de CO2 em 20 por cento, quando comparado com aeronaves da geração anterior.

A Rolls-Royde anunciou também um contrato para fornecer kits de Melhoria de Desempenho (EP, Enhanced Performance) à Etihad Airways, companhia aérea nacional dos Emirados Árabes Unidos, que melhorarão a eficiência do motor líder de mercado Trent 700. Os kits EP melhoram a eficiência de consumo de combustível em mais de um por cento por motor e reduzirão as emissões anuais de CO2 da Etihad em até 24.000 toneladas, depois de instalados em 30 de suas aeronaves Airbus A330s. O contrato de US$360 milhões também inclui pacote de serviços de manutenção TotalCare®.

Com a assinatura de um memorando de entendimento com a Lockheed Martin, o Grupo reforçou seu compromisso em introduzir novas tecnologias em linhas de motores já existentes. O acordo promove a melhoria do desempenho da família de motores T56, utilizados por diversos operadores militares em frotas de C-130 Hercules e P-3 Orion. Esses melhoramentos possibilitam uma redução de até nove por cento em consumo de combustível e têm um significativo impacto nas emissões de CO2.

A Rolls-Royce é um importante sócio da International Aero Engines (IAE), que recebeu encomendas para motores V2500 que representaram US$310 milhões para a Rolls-Royce.

Notas para editores:

1. A Rolls-Royce é um dos maiores fornecedores mundiais de sistemas e serviços de energia para uso em terra, mar e ar, e estabeleceu uma posição forte em mercados globais - aeroespacial civil, aeroespacial militar, marítimo e de energia.
2. Como resultado dessa estratégia, a empresa tem atualmente uma ampla base de clientes que inclui mais de 500 companhias aéreas, 4.000 operadores corporativos e governamentais de aviões executivos e utilitários e helicópteros, 160 forças armadas, mais de 2.500 clientes marítimos, incluindo 70 marinhas de guerra, e clientes de energia em aproximadamente 120 países, com uma base instalada de 54.000 turbinas a gás.
3.  A receita anual foi de £10,8 bilhões em 2010, das quais mais da metade é proveniente do fornecimento de serviços. A carteira de encomendas firmes e anunciadas estava em £59,2 bilhões em 31 de dezembro de 2010, resultando em boas perspectivas para os futuros níveis de atividade.
4.  A Rolls-Royce emprega 39.000 funcionários treinados em escritórios, instalações fabris e de serviços, em mais de 50 países, entre eles o Brasil. Desses, mais de 11.000 são engenheiros.
5.  Em 2010, a Rolls-Royce investiu £923 milhões em pesquisa e desenvolvimento, e dois terços desse total têm o objetivo de melhorar ainda mais os aspectos ambientais de seus produtos, em particular a redução de emissões de poluentes.
6.  A Rolls-Royce dá suporte a uma rede global de 28 Centros Universitários de Tecnologia, que conecta os engenheiros da empresa com a vanguarda da pesquisa científica.
7.  O Grupo te um forte compromisso com o recrutamento de aprendizes e graduados, e em desenvolver a qualificação dos empregados.
8.  A Rolls-Royce é líder de mercado em modernos aviões de fuselagem larga, com uma família de seis motores Trent cobrindo todas as principais plataformas. O Grupo conquistou uma participação de 50 por cento do mercado de fuselagem larga, com 1.790 motores Trent em serviço e mais de 2.400 encomendados.
9.  O Trent XWB é o mais avançado motor turbofan civil do mundo, e o motor Trent que mais rapidamente evoluiu nas vendas. Foram feitas encomendas para 574 aviões, por 36 clientes.



Outras coberturas especiais


Base Industrial Defesa

Base Industrial Defesa

Última atualização 17 DEZ, 00:05

MAIS LIDAS

Le Bourget