COBERTURA ESPECIAL - Le Bourget - Aviação

23 de Junho, 2011 - 11:36 ( Brasília )

Rolls-Royce e Lockheed Martin assinam acordo para aprimorar a eficiência do consumo de combustível de motores


A Rolls-Royce, empresa global de sistemas de energia, assinou um memorando de entendimento com a Lockheed Martin Corp. para promover a melhoria do desempenho da família de motores T56, a fim de aumentar a sua eficiência de consumo de combustível. O acordo se baseia numa parceria de mais de 50 anos e demonstra o compromisso de longo prazo de ambas as empresas, visando aprimorar a segurança, a economia, a confiabilidade e o desempenho das aeronaves da Lockheed Martin.

A Rolls-Royce introduziu tecnologias aplicadas em suas outras unidades de negócios no kit de melhoramentos Series 3.5 para aumentar a eficiência de consumo de combustível, ampliar a vida útil da turbina e melhorar o desempenho do motor para operações em dias quentes e em altitudes elevadas. Durante recentes testes do motor, o projeto demonstrou até nove por cento de economia no consumo específico de combustível.

O kitSeries 3.5 de aprimoramento do desempenho do motor é projetado para ser aplicado a motores turboélice T56 utilizados em aplicações militares, tais como o cargueiro militar C-130H, o avião de patrulha marítima P-3 e a versão comercial L-100 do Hércules.

O kit utiliza tecnologias já em operação em aviões comerciais e militares impulsionados pela Rolls-Royce, como novos materiais de palhetas de turbina na família de motores AE, e o processo de cobertura da superfície de palhetas utilizado no gerador a gás 501-K, do segmento de energia. A modernização do motor T56 com o Series 3.5 pode ser realizada como parte de uma revisão rotineira, e não requer quaisquer modificações na interface do avião e do sistema de controle do motor.

Patricia O'Connel, Presidente do Setor de Atendimento aos Clientes de Defesa da Rolls-Royce, declarou: "À medida que os operadores continuam a procurar maneiras de prolongar a vida útil de suas aeronaves C-130, P-3 e L-100, o kit Series 3.5 de melhorias do motor lhes oferecerá aumentos significativos no desempenho, possibilitando operações mais eficientes durante décadas".

Jim Grant, Vice-Presidente da Lockheed Martin para Desenvolvimento de Negócios para Mobilidade Aérea e Forças de Operações Especiais, declarou: "Estamos dedicados a dar suporte aos antigos aviões C-130 e P-3 que continuam a prestar destacados serviços às forças armadas dos Estados Unidos e seus aliados. Esse nível de serviço é conseguido através de colaborações de longa data, tais como a que temos com a Rolls-Royce".

Notas para editores:

1. A Rolls-Royce é um dos maiores fornecedores mundiais de sistemas e serviços de energia para uso em terra, mar e ar, e estabeleceu uma posição forte em mercados globais - aeroespacial civil, aeroespacial militar, marítimo e de energia.

2. Como resultado dessa estratégia, a empresa tem atualmente uma ampla base de clientes que inclui mais de 500 companhias aéreas, 4.000 operadores corporativos e governamentais de aviões executivos e utilitários e helicópteros, 160 forças armadas, mais de 2.500 clientes marítimos, incluindo 70 marinhas de guerra, e clientes de energia em aproximadamente 120 países, com uma base instalada de 54.000 turbinas a gás.

3. A receita anual foi de £10,8 bilhões em 2010, das quais mais da metade é proveniente do fornecimento de serviços. A carteira de encomendas firmes e anunciadas estava em £59,2 bilhões em 31 de dezembro de 2010, resultando em boas perspectivas para os futuros níveis de atividade.

4. A Rolls-Royce emprega 39.000 funcionários treinados em escritórios, instalações fabris e de serviços, em mais de 50 países, entre eles o Brasil. Desses, mais de 11.000 são engenheiros.

5. Em 2010, a Rolls-Royce investiu £923 milhões em pesquisa e desenvolvimento, e dois terços desse total têm o objetivo de melhorar ainda mais os aspectos ambientais de seus produtos, em particular a redução de emissões de poluentes.

6. A Rolls-Royce dá suporte a uma rede global de 28 Centros Universitários de Tecnologia, que conecta os engenheiros da empresa com a vanguarda da pesquisa científica.

7. O Grupo tem um forte compromisso com o recrutamento de aprendizes e graduados, e em desenvolver a qualificação dos empregados.

8. A Rolls-Royce é a vice-líder no segmento de motores aeronáuticos militares do mundo, com 160 clientes em 103 países, dentre eles o Brasil. A empresa oferece motores em todos os setores chave do mercado de defesa - combate, transporte, helicópteros, treinamento, patrulha, marítimo e de reconhecimento - e está bem posicionada nos novos programas que resultarão em produtos a serem entregues ao longo das próximas décadas.

9. A Força Aérea Brasileira já utiliza cargueiros C-130H e em breve estará introduzindo em serviço aeronaves de patrulha marítima P-3.

10. A Rolls-Royce tem acordos para prestação de serviços com todos os ramos das Forças Armadas Americanas, incluindo a Força Aérea, Fuzileiros Navais, Exército e Marinha, além da Guarda Costeira.



Outras coberturas especiais


Crise

Crise

Última atualização 20 NOV, 12:35

MAIS LIDAS

Le Bourget