COBERTURA ESPECIAL - LAAD 2013 - Defesa

10 de Abril, 2013 - 20:04 ( Brasília )

LAAD 2013: Centro de Coordenação Logística e Mobilização assegura interoperabilidade das Forças Armadas


A criação do Centro de Coordenação Logística e Mobilização pelo Ministério da Defesa deverá contribuir, decisivamente, para assegurar a interoperabilidade entre Marinha, Exército e Aeronáutica. Sob o comando da Chefia de Logística do Estado Maior-Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), o funcionamento do centro será colocado a teste dentro dos próximos dias, quando vai ser deflagrada a Operação Ágata 7/8 – mobilização militar nos 16.880 quilômetros de fronteira do Brasil com dez países sul-americanos.

A novidade foi revelada pelo ministro da Defesa, Celso Amorim, em discurso de abertura do VI Simpósio Internacional de Logística Militar, que ocorre no âmbito da LAAD 2013 – Defence & Security, no Riocentro, na capital fluminense.

“O funcionamento desse centro propiciará uma oportunidade para a verificação e o aperfeiçoamento da doutrina de logística e mobilização desenvolvida pelo ministério”, disse Amorim.

Logística militar

O MD aproveitou a realização da LAAD 2013 para realizar um simpósio com o objetivo de debater a logística militar. O ministro Amorim foi convidado para o discurso de abertura do evento que se encerra na próxima sexta-feira (12), junto com a feira internacional que reúne cerca de 680 expositores de 40 países.

Celso Amorim iniciou sua exposição explicando que o país vive “um momento de significativos avanços na Defesa, com implicações positivas para a discussão sobre a logística militar”. Disse também que o ministério, nesse sentido, “atravessa uma etapa de fortalecimento institucional, com a expansão de seus quadros e a consolidação de suas competências”.

Mais adiante, o ministro tocou nos investimentos em defesa. São recursos para custeio e investimento que, no ano passado, atingiram cerca de 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB). “Esses investimentos têm um impacto direto sobre a indústria nacional de defesa, que está sendo estimulada pela ação firme do governo da presidenta Dilma Rousseff”, contou.

Amorim lembrou que há poucos dias “foi editado o decreto de regulamentação da Lei nº 12.598, que permitirá o credenciamento da Empresa Estratégica de Defesa, a homologação de Produtos Estratégicos de Defesa, a desoneração fiscal das cadeias produtivas econômicas do setor, além do incremento da exportação de nossos produtos de defesa”. Mencionou, ainda, que na Marinha, no Exército e na Aeronáutica “vários programas vão avançando uma agenda de modernização e transformação da defesa brasileira”.

O ministro mantém um gabinete montado no pavilhão 3 do Riocentro. Nessa semana, Amorim tem recebido ministros e vice-ministros de Defesa no âmbito da LAAD.



Outras coberturas especiais


Especial Espaço

Especial Espaço

Última atualização 24 NOV, 15:00

MAIS LIDAS

LAAD 2013