COBERTURA ESPECIAL - LAAD 2013 - Defesa

09 de Abril, 2013 - 21:55 ( Brasília )

Michel Temer e Celso Amorim participam da abertura da LAAD 2013

Vice-presidente da República e Ministro de Defesa abrem solenidade que marca o início da maior e mais importante feira de Defesa e Segurança da América Latina

As boas relações do Brasil com os demais países da Organização das Nações Unidas (ONU) e especialmente com os vizinhos sul-americanos foram destacadas pelo vice-presidente da República, Michel Temer, e pelo ministro de Defesa, Celso Amorim, na abertura da LAAD Defence & Security 2013, na manhã desta terça-feira, no Riocentro, no Rio de Janeiro.

Em seu discurso na cerimônia de abertura, o vice-presidente da República, que representou na ocasião a presidente Dilma Rousseff, ressaltou os avanços tecnológicos alcançados pela indústria de Defesa brasileira. "Muitas tecnologias desenvolvidas inicialmente pelas forças militares acabam sendo incorporadas também pelo mercado civil, como o exemplo de softwares desenvolvidos pelo Exército Brasileiro", disse Temer.

O vice-presidente também lembrou que o ambiente amistoso do Brasil com os seus países vizinhos tem contribuído para atuações conjuntas em prol da Defesa e da Segurança Pública na região. Essa boa relação também foi destacada pelo ministro da Defesa, Celso Amorim, em seu pronunciamento.

"Este é um momento importantíssimo em que temos relações amistosas com todos os nossos vizinhos, os quais também têm boas relações entre eles. Então, a América do Sul é reconhecida hoje como uma área pacífica, de segurança", ressaltou o ministro, acrescentando que uma área de "Defesa robusta é um complemento de uma política externa pacífica".

Amorim explicou que a Defesa brasileira tem sempre o objetivo da paz e que, além do caráter dissuasório, é necessária para a proteção dos recursos naturais do país. Amorim lembrou também os avanços da indústria de Defesa nacional. "Há algum tempo, o Brasil deixou de ser somente mero comprador de equipamentos e passou a atrair investimentos e tecnologia nessa área", afirmou.

Expectativa para o projeto FX2

Em relação à encomenda dos novos aviões supersônicos para a Força Aérea Brasileira, que vem recebendo o nome de FX2, Amorim disse que há grande expectativa para a tomada de decisão, mas não revelou prazos ou fabricantes. "Não tenho bola de cristal, mas é grande a expectativa", afirmou a repórteres ao ser perguntado se a decisão seria tomada ainda neste ano.

O ministro da Defesa falou também sobre os investimentos na área que foram feitos no Rio. "Importante fazer esse evento em uma cidade e num Estado que são foco de grandes investimentos em tecnologia de Defesa, como o estaleiro que vai construir o submarino brasileiro à propulsão nuclear", complementou.

O vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, que representou o governador Sérgio Cabral na solenidade de abertura, mencionou em seu discurso os investimentos feitos no Estado na área de segurança pública. "O Rio de Janeiro tem feito seu dever de casa na área de Segurança. Saímos de um orçamento de R$ 2,5 bilhões, em 2006, para R$ 7 bilhões esse ano, na Segurança Pública", afirmou.

Sergio Jardim, diretor-geral da Clarion Events Brasil, organizadora e promotora do evento, ressaltou o crescimento ano a ano da LAAD 2013, agora em sua nona edição e, mais especificamente, primeira após a atualização da Estratégia Nacional de Defesa, lançada em 2008.

A LAAD 2013, que acontece de 9 a 12 de abril, reúne 680 expositores nacionais e estrangeiros, 120 delegações de 55 países e espera receber 30 mil visitantes. "Empresas de todo o mundo apresentam aqui suas tecnologias de ponta para um público muito qualificado. Esse, aliás, é o objetivo da feira: ser um palco de encontro entre fabricantes e autoridades dos setores de Defesa e Segurança globais", afirmou Jardim.

Participaram também da cerimônia o diretor-geral do Departamento de Polícia Federal, Leandro Coimbra, que representou o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Gen Ex José Carlos De Nardi, o Comandante da Marinha, Alte Esq Júlio Soares de Moura Neto, o Comandante do Exército, Gen Ex Enzo Martins Peri, o Comandante da Aeronáutica, Ten Brig Juniti Saito, e os presidentes das comissões de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara, deputado Nelson Pellegrino, e do Senado, senador Ricardo Ferraço.

A solenidade contou ainda com a presença de ministros de Defesa de mais de 10 países, entre eles Reino Unido, Bélgica, Argentina, Chile, Angola e Ucrânia.

Sobre a LAAD Defence & Security

A LAAD Defence & Security é um dos principais palcos para apresentação do que há de mais moderno no mundo em tecnologia, equipamentos e serviços nas áreas de Defesa e Segurança, voltados às Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), forças policiais e especiais, consultorias, segurança corporativa e agências governamentais.

Os visitantes encontrarão no evento tecnologias de ponta para operação militar, aeroespacial, naval, comunicação e informação, segurança pública e corporativa; como veículos blindados, vants (veículos aéreos não tripulados), dispositivos de proteção, aeronaves, embarcações militares e sistemas integrados de comando e controle. Também serão destaque o Space Zone, que concentrará a indústria espacial e os órgãos governamentais do setor, e uma área dedicada a Treinamento & Simulação.

Promovida a cada dois anos, em todas as edições a LAAD tem apresentado consistente crescimento no número de expositores, delegações nacionais e internacionais e autoridades em geral. O total de expositores demonstra o crescimento consistente da feira, na qual participam como pavilhão nacional pela primeira vez países como Canadá, Chile, Colômbia, Emirados Árabes, Eslováquia e Noruega.

A LAAD ocupa nesta edição três pavilhões no Riocentro, com uma nova configuração física. O comandante de cada uma das Forças Armadas tem um gabinete central em cada pavilhão e, ao seu redor, os fornecedores locais e internacionais daquele segmento. A localização das Forças ficou dividida da seguinte forma: a Marinha está no pavilhão 2, o Exército no pavilhão 3 e a Força Aérea Brasileira, no pavilhão 4.

O Programa de Delegações Oficiais traz à feira oficiais de alta patente de Marinha, Exército e Força Aérea dos países da América Latina e de outros continentes. Também participam do evento secretários estaduais de Segurança Pública, secretários de estado de Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária, chefes dos organismos de inteligência de segurança pública, superintendentes da Polícia Rodoviária Federal, comandantes gerais de Polícias Militares, comandantes gerais de Corpos de Bombeiros Militares, chefes de Polícia Civil, dirigentes gerais de Órgãos Periciais, secretários e gestores municipais de segurança, comandantes gerais de Guardas Municipais, além de autoridades de segurança pública de outros países da América Latina.



Clarion Events / FSB Comunicações
 



Outras coberturas especiais


Africa

Africa

Última atualização 19 NOV, 02:00

MAIS LIDAS

LAAD 2013