COBERTURA ESPECIAL - LAAD 2013 - Aviação

04 de Abril, 2013 - 11:10 ( Brasília )

KC-390 – Novas Versões : SAR e Anti-incêndio


A EMBRAER Defesa e Segurança mesmo antes do primeiro voo do KC-390, aeronave cargueira e de reabastecimento em voo (REVO), previsto para o segundo semestre de 2014, já anuncia novos potenciais usos para a aeronave.

Na LAAD 2013 a EMBRAER Defesa e Segurança apresentará duas novas missões que o KC-390 poderá realizar: anti-incêndio e missões SAR (Busca e Salvamento).

A empresa não liberou mais detalhes mas DefesaNet apresenta com antecedência artes do KC-390 em missões anti-incêndio e SAR.

Assim uma listagem rápida podemos listar as operações que a aeronave poderá realizar com preparação ou não:
 
                - Transporte de cargas civil e militar;
                - Transporte de tropas e lançamento de paraquedistas e carga;
                - Reabastecimento aéreo;
                 -Transporte de Feridos  e apoio médico;
                - Operações Anti-incêndio, e
                -  Missões SAR.


O KC-390 deve substituir, na Força Aérea Brasileira, as aeronaves C-130 Hércules operadas pelos Esquadrões 1º/1º Grupo de Transporte e 1º Grupo de Transporte de Tropa, ambos sediadas no Rio de Janeiro. A nova aeronave deverá operar também a partir de bases aéreas na região amazônica.

O projeto é estratégico não apenas para garantir maior mobilidade militar, mas também para consolidar o desenvolvimento da indústria nacional de defesa.

As novidades do KC-390 estarão entre os destaques no stand da FAB na feira de defesa e segurança, LAAD, que será realizada de 9 a 12 de abril no Rio de Janeiro. A construção de um avião nacional para transporte de tropas e reabastecimento em voo atende a estratégia de ampliar a mobilidade militar, seja para o transporte de tropas ou o atendimento em missões humanitárias. Cada aeronave terá capacidade para transportar até 80 soldados, ou uma carga máxima de 23 toneladas. O desenvolvimento do projeto começou em 2009.

O projeto prevê um total de investimentos na ordem de R$ 4,5 bilhões apenas na fase desenvolvimento. Argentina, Portugal e República Tcheca são parceiros no desenvolvimento da aeronave.

O projeto já tem 60 intenções de compra e conta com um mercado estimado de 700 aeronaves. A construção do avião de carga deve atingir cerca de U$$ 20 bilhões em exportações



Outras coberturas especiais


US

US

Última atualização 22 NOV, 10:40

MAIS LIDAS

LAAD 2013