COBERTURA ESPECIAL - LAAD 2011 - Terrestre

27 de Abril, 2011 - 08:30 ( Brasília )

LAAD Bastidores 3 - A Modernização dos M-113 B do Exército Brasileiro

Serão modernizados 376 M113B no primeiro contrato via modalidade FMS, pelo Exército Brasileiro, em quase 40 anos

Nota do editor - texto atualizado 12:00 - 27 Abril 2011


Wayne dos Santos Lima
Especialista em Assuntos de Segurança e Defesa
Nelson Düring
Editor-chefe Defesanet



 
Foi apresentado na LAAD 2011, Rio de Janeiro, o projeto de modernização do M113B do Exército Brasileiro para o padrão M113A2Mk1 da BAE SYSTEMS.
 
O “Novo Blindado” foi apresentado na exposição, e pode ser observado que fica somente a estrutura de alumínio, toda a parte de motorização, transmissão e esteiras foi substituída por equipamentos superiores e mais modernos.
 
Seu motor antigo Diesel da Mercedes-Benz OM352A (180HP). foi substituído pelo motor Turbo Diesel 6V53T de 265hp da Detroit Diesel Corporation (DDC) e a transmissão original Allinson foi substituída por uma unidade de transmissão cross drive Allison TX100-1A, permitindo uma velocidade máxima de 61Km/h (uma pequena perda em relação a velocidade anterior que girava em torno de 64 a 66Km/h) com alcance máximo de 483Km (um pouco mais do que os 480Km anteriores).
 
Seu peso bruto também foi reduzido de mais de 12.000Kg para 11.440Kg, permitindo mais mobilidade ao veículo blindado, segundo o fabricante, visando prover uma maior capacidade de sobrevivência, tanto em cenários de combate aproximado como em campo aberto.
 
O projeto ainda prevê a instalação de um sistema gerador de alta amperagem, para atender às futuras demandas de seus potenciais novos sistemas elétricos.
 
O padrão de modernização adotado pelo Exército Brasileiro é  o mesmo adotado pelo Exército da Turquia.

Um lote 208 M113B serão  revitalizados pela empresa Brasilia Motors. Estas viaturas terão sua consdições de operação recuperadas mas não haverá alteração de componentes.

            Os Desafios

 
O Exército Brasileiro modernizou os M113 nos anos 80, pela companhia Motopeças. Basicamente foi trocado o motor a gasolina Chrysler pelo diesel da Mercedes-Benz e adaptada a transmissão à curva de torque do novo motor.
 
Em 2008 o EB iniciou um programa de modernização, que foi cancelado em 2009, sem um resultado conclusivo. (ver links abaixo).
 
O presente trabalho com a BAE Systems ainda em fase final de negociação, será através doa modalidade Foreign Military Sales (FMS), tratativas diretas de governo a governo. A expectativa é que até julho esteja concluída  a negociação entre os dois governos e que possam ser iniciados os trabalhos.
 
O primeiro lote será de 150 viaturas e o segundo 226. Todas serão modernizadas no Parque Regional de Manutenção da 5ª Região Militar (Pq R Mnt/5), localizado em Curitiba (Paraná). Caberá ao Exército Brasileiro a execução dos trabalhos e à BAE Systems o apoio técnico.
 
A modernização inclui muitos desafios como trabalhar com a estrutura do M113, que é de alumínio balístico.

Final

Durante a LAAD 2011 o Comandante do Exército inspecionou uma viatura modernizada, assim como teve reunião com os responsáveis pelo programa, tanto pela BAE Systems como dos oficiais do Parque Regional de Manutenção da 5ª Região Militar.
 
A modernização do M113B é o primeiro contrato na modalidade FMS a ser feito pelo Exército Brasileiro desde a década de 70.

   Custos

 
Representantes da BAE Systems ressaltam que cada unidade modernizada custará o equivalente a R$230.000,00 aos cofres públicos. E fez questão de frisar que o valor é muito inferior ao da concorrente que está realizando o mesmo serviço nos M113 do CFN da MB.
 
A quantidade de viaturas operando no mundo é incalculável, está em operação em 50 países e mais de 80.000 foram produzidos nos Estados Unidos pelas empresas FMC, United defense e agora BAE Systems.
  
Os M113 do CFN apoiaram as Forças Policiais do Rio de Janeiro no transporte de tropas, na Mega Operação no Complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro no final de 2010.
 
Abaixo uma tabela comparativa dos modelos de modernização oferecidos pela BAE SYSTEM.


Especificações
Padrão M113A2Mk1 M113E3 M113ERV
Peso Bruto 11.440kg 15.000kg 11.930kg
Capacidade de Transporte de Tropas 13 - 13
Motor Detroit Diesel Corporation (DDC) 6V53T de 265hp com  Transmissão Cruzada Allison TX100-1A Caterpillar C7 300-330hp Turbo Euro IIIa, Transmissão Pesada Caterpillar CX-28 e Diferencial de Direção Regenerativa (RSD) da BAE-design 212hp
Torque - 1440 rpm -
Tanque de Combustível 360 litros - 360 litros
Velocidade 61km/h 80kmh 64 km/h
Aceleração - 0-32km/h em 8,5seg. -
Alcance Máximo 483km 535km 483km
Raio de Giro 4,2m Pivot ao infinito 4,2 m
Inclinação 60% 60% 60%
Inclinação Lateral 30% 40% 40%
Vão de Trincheira 1,6m 1,6m 1,6m
Parede Vertical de Passagem 60cm 60cm 60cm
Frenagem Total - De 80 a 0km/h 70m -
Comprimento Total 4,8m - 4,8m
Largura 2,5m - 2,5m
Altura 2,2m - 2,2m
Altura Máxima ou Afastamento da Terra 40cm 40cm 40cm

Matéria relacionadas

Cancelamento do Projeto VBTP M113 BR -  Publicado 5 fevereiro 2009

Exército Modernizará a VBTP M-113B - Publicado 22 Fevereiro 2008

Exército apresenta o protótipo de viatura blindada M113-T - Publicado 2005



Outras coberturas especiais


Guerra Informação e Híbrida

Guerra Informação e Híbrida

Última atualização 26 MAI, 16:20

MAIS LIDAS

LAAD 2011