COBERTURA ESPECIAL - LAAD 2011

11 de Abril, 2011 - 15:35 ( Brasília )

Itália visa incremento de comércio bilateral no setor da Defesa


O ICE - Instituto Italiano para o Comércio Exterior organiza, pela 4ª vez, em colaboração com AIAD – Federação das Indústrias Italianas para os setores Aeroespacial, Defesa e Segurança, o Pavilhão Italiano na LAAD - Latin America Aero & Defense, com 16 empresas. Esta participação coletiva no evento deriva da oportunidade que o mercado sul-americano oferece aos produtores do setor e objetiva, sobretudo o aumento das exportações de produtos italianos, bem como a negociação de acordos de distribuição e no campo tecnológico.

O mercado sul americano oferece boas possibilidades de negócios a médio e longo prazo para os produtores do setor aeroespacial e de defesa. O Brasil, em particular, dispõe do mais alto orçamento governamental da América Latina destinado ao desenvolvimento do setor, que apresentou crescimento de cerca de 50% nos últimos seis anos. A Estratégia Nacional da Defesa, subdividida em três fases, que serão concluídas respectivamente em 2014, 2022 e 2030, prevê significativos investimentos para a modernização das forças armadas e aquisição de novas tecnologias, também através de joint-venture in loco e alianças estratégicas para o desenvolvimento de programas conjuntos de pesquisa.

Acordo entre presidentes

O recente acordo firmado entre o então presidente Lula e o Presidente do Conselho Silvio Berlusconi no campo militar, prevê o desenvolvimento de projetos para a construção de navios para o patrulhamento do mar, além de fragatas e navios de apoio logístico. O acordo prevê ainda a transferência de tecnologia e de desenvolvimento de sistemas de navegação e radar, além do desenvolvimento de mecanismos de segurança das comunicações por meio de satélites.

As empresas italianas que aderiram à iniciativa incluem duas da Puglia (A.G.E. e Processi Speciali), além de uma representação do Distrito Aeroespacial da Puglia, as indústrias Beretta Defence Technology (o mais antigo fabricante de armas de fogo do mundo), Calzoni, Fiocchi Munizioni, Larcet, Magnaghi Aeronautica, Salver e o grupo de empresas do grupo Finmeccanica, formado por AgustaWestland, Alenia Aeronautica, Oto Melara, Selex Communications, Selex Galileo, Selex Sistemi Integrati e Telespazio.

Também estarão presentes na feira outras empresas italianas com participações autônomas, entre elas IDS, Elettronica, Avio (que recentemente anunciou a aquisição integral do sócio local por meio do qual torna ativo o contrato com a Força Aérea Brasileira para a manutenção das turbinas de seus aviões), Fincantieri (que, através da joint venture com a Finmeccanica, denominada Orizzonte Sistemi Navali, apresentou ao governo brasileiro uma proposta de parceria, que traria a construção para o Brasil, com total transferência de tecnologia, de fragata tipo Fremm, navios de patrulhamento cerâmico e de apoio logístico) e Iveco (empresa do grupo Fiat que, em breve, iniciará uma unidade de negócios, dedicada aos veículos terrestres para a defesa, após o contrato firmado entre o final de 2009 para o fornecimento de veículos blindados ‘anfíbios’ para o transporte de tropas, que a empresa está desenvolvendo em colaboração com o exército brasileiro e que verá a produção em série iniciada a partir da segunda metade de 2012).

Para a inauguração do evento está prevista a presença do Secretário Geral de Armamentos do Ministério da Defesa da Itália, Gen. S. A. Claudio Debertolis.


LAAD 2011 - Latin America Aero & Defense
Pavilhão Italiano (ESTANDES E30, F30, G30 e F20)
Data: 12 a 15 de abril de 2011
Horário: 10h às 19h
Local: Riocentro, Rio de Janeiro - RJ

 
Informações à Imprensa
Instituto Italiano para o Comércio Exterior
Deptº para a Promoção de Intercâmbios da Embaixada da Itália
Regina Di Marco     rdimarco@uol.com.br  
Silvia Colaianni       rm-comunicacao@uol.com.br  
T +55 11 2950.4820  /   www.italtrade.com/brasil * www.ice.gov.it



Outras coberturas especiais


Guarani

Guarani

Última atualização 13 AGO, 21:00

MAIS LIDAS

LAAD 2011