COBERTURA ESPECIAL - LAAD 2011

08 de Abril, 2011 - 08:48 ( Brasília )

LAAD - DCNS na Exposição LAAD

Apresenta Submarinos, Navios de Superfície e Sistemas de Missão

A DCNS é um agente importante nos mercados Europeus e mundiais na áera de sistemas de defesa navais de elevado valor acrescentado. Como prestadora de serviços, construtora naval e integradora de sistemas, a DCNS combina recursos e conhecimentos especializados que abrangem toda a cadeia de valor da defesa naval e a totalidade dos ciclos de vida dos sistemas. A DCNS fornece soluções inovadoras, desde navios de guerra integrados até sistemas estratégicos, equipamentos, serviços e novas soluções de energia.
 
Além disso, a DCNS tem demonstrado, consistentemente, que pode ser uma parceira chave das marinhas na expansão de suas capacidades operacionais. O Grupo possui uma  tradição significativa de transferência de tecnologia e tem desenvolvido uma metodologia de transferência de tecnologia baseada na transferência progressiva de capacidades e de know-how em conjugação com a expansão faseada de capacidades industriais locais.
 
A DCNS está plenamente consciente de que as marinhas que compram no mercado internacional estão focando cada vez mais em fornecedores com conhecimentos especializados demonstrados na transferência de tecnologia. Desde o Brasil até Cingapura, desde a Índia até a Noruega, a DCNS tem vendido navios de guerra e sistemas navais a cerca de30 países, durante as últimas décadas. O Grupo adquiriu uma experiência considerável em vendas internacionais e em programas de transferência de tecnologia. Contudo, a DCNS também está consciente de que o sucesso continuo neste domínio exigente depende do êxito de cada fase de cada programa. Isso explica o rigor da organização e dos métodos adotados pela DCNS para garantir que cada programa de transferência de tecnologia seja corretamente gerenciado.
 
No fim de 2008, a Marinha Brasileira confiou à DCNS a concepção e a construção de quatro submarinos de propulsão convencional, ao abrigo de um contrato de transferência de tecnologia, assim como a assistência técnica para a concepção e construção da parte não nuclear do primeiro submarino nuclear brasileiro e ainda a prestação de serviços de apoio para a construção de uma base naval e um estaleiro naval no Brasil. Este projeto testemunha o empenho da DCNS na cooperação a longo prazo com contratados locais, no Brasil e em toda a América do Sul.
 
Os itens apresentados no stand da DCNS:
 
Submarinos
 

  • Conhecimentos especializados em concepção e construção de submarinos, através dos submarinos de média dimensão Scorpene. Já tendo sido escolhidos pela Marinha Brasileira e por outras marinhas de primeira categoria, a classe Scorpene representa o que existe de mais avançado na concepção e construção de submarinos e beneficia das mais recentes tecnologias desenvolvidas para as classes de navios nucleares operados pela Marinha Francesa, especialmente no que concerne a discrição, a acústica e o desempenho dos sistemas de combate. Uma excelente resistência faz do Scorpene um dos poucos navios de média deslocação adequado para missões de patrulhamento oceânico de longa duração. A concepção modular também pode ser facilmente adaptada aos perfis de missão específicos e a outros requisitos de cada cliente.

 

  • O Andrasta, um submarino compacto concebido para operar em águas costeiras, um teatro de crescente importância para todas as nações marítimas. Sendo, também, um temível adversário em águas profundas, o Andrasta combina uma concepção das mais avançadas com discrição, agilidade e potência. Sendo um descendente direto do Scorpene, o Andrasta é notoriamente eficaz em qualquer papel subaquático que a marinha cliente lhe pretenda atribuir.

 
Sistemas de Combate
 
A DCNS possui uma experiência de mais de 40 anos na concepção, desenvolvimento e integração de sistemas de combate para marinhas de todo o mundo. Os conhecimentos especializados da DCNS em sistemas de combate incluem um pessoal empenhado de 1200 pessoas, principalmente composto por engenheiros especializados, combinado com a alta tecnologia e vastas capacidades industriais. Para responder às presentes necessidades de defesa naval, a DCNS propõe soluções de sistemas de combate totalmente integradas para programas novos e de modernização, assim como para quaisquer tipos de submarinos tais como os SSK, os SSN ou os SSBN, e navios de superfície, desde o Navio Patrulha Oceânico até ao Navio-Aeródromo. Através de conhecimentos especializados da NATO, amplamente reconhecidos, e de um envolvimento contínuo em grupos de trabalho de interoperabilidade standard, os sistemas de combate da DCNS SUBTICS®, POLARIS e SETIS, respectivamente dedicados a submarinos e navios de superfície, podem operar eficientemente com outros sistemas numa task force nacional ou conjunta.
 

  • O SUBTICS® combina capacidades de longo alcance, em todas as condições de navegação, com armas poderosas (torpedos, mísseis antinavios, medidas de guerra eletrônica e capacidade de projeção em terra). Sendo um sistema totalmente integrado, todas as funções são operadas a partir de Consolas Comuns Multifuncionaise a sua arquitetura aberta e modular  garantem que o sistema pode ser adaptado a todo o tipo de submarinos e configurado de acordo com os requisitos operacionais. Também pode ser atualizado durante a sua vida útil para desempenhar novas missões e manter a sua superioridade operacional.

 

  • O SETIS gerencia a guerra antissuperfície, antiaérea e antissubmarino e está concebido para realizar a recolha de informações, a projeção de forças em terra e operações especiais. O SETIS pode ser montado em todos os tipos de navios de superfície com capacidades de armamento pesado para cumprir diferentes requisitos navais tais como: defender interesses vitais, garantir a segurança do território nacional, resolução de conflitos e crises e assegurar a superioridade naval.

 

  • O membro mais recente da Família de Sistemas de Combate da DCNS, o POLARIS, é uma solução compacta concebida para responder às necessidades navais de missões de vigilância e proteção do litoral e da ZEE. O sistema se adapta bem para ser instalado em OPVs, FAC, FPBs, LHDs, etc. O POLARIS está concebido para missões tais como: patrulha costeira, recolha de informações, luta contra o contrabando, luta contra a pirataria, proteção de unidades, etc.

 
Navios de superfície
 

  • O programa de fragatas de múltiplo empregoFREMM combina as tecnologias mais recentes desenvolvidas pelo grupo DCNS. Estes progressos tecnológicos e de engenharia tornam as fragatas FREMM líderes mundiais da sua classe. A França encomendou um total de 11 navios, a entregar entre 2012 e 2033. Além disso, uma fragata FREMM está atualmente em construção para o Marrocos e a Itália confirmou a encomenda de 6 unidades.

 

  • A DCNS tem trabalhado nos estudos de definição do “PA2”, um segundo porta-aviões para a Marinha Francesa, desde 2003. O objetivo é assegurar a disponibilidade contínua, a todo o momento, para a França e para a Europa, de uma capacidade chave de projeção de poder, de domínio ar/mar e de missões de ataque a longo alcance. A necessidade de um grupo aeronaval, baseado num porta-aviões, constantemente operacional foi confirmada, em 2008, no livro branco sobre a defesa e a segurança nacional. O governo francês adiou a sua decisão definitiva sobre este programa até 2012.

 
·         O navio de projeção e comando, Mistral LHD, é um navio de superfície multifunções concebido para cobrir um vasto espectro de missões, incluindo operações anfíbias, gerenciamento de crises, operações aerotransportadas, comando operacional, transporte operacional, apoio de saúde, operações humanitárias e o transporte de frete. A capacidade operacional e a interoperabilidade do Mistral LHD foram demonstradas na Operação Baliste, ao largo do Líbano, e nos ensaios de mar com a Marinha dos Estados Unidos (envolvendo e LCAC e o Super Stallion).
 

  • O navio de apoio BRAVE é a resposta da DCNS às novas necessidades de apoio logístico identificadas por muitas marinhas. Os navios de apoio BRAVE são ideais para o reabastecimento, em marcha, de todos os tipos de produtos (carga seca, combustível e outros líquidos e munições), para prestar apoio logístico às forças navais e para armazenar e entregar todos os tipos de cargas, incluindo substâncias perigosas.

 
Sistemas de submarinos
 

  • O conjunto de medidas antitorpedo Contralto-S®, para submarinos, está concebido para vencer os torpedos da última geração. O seu uso de engodos acústicos está baseado no princípio de “confusão/diluição”. O Contralto-S® está concebido para servir em todos os tipos de submarinos (ex: SSKs, SSNs e SSBNs) e pode ser integrado em navios novamente construídos ou acrescentado em navios existentes como parte de um programa de reequipamento ou de modernização. Até hoje, os clientes incluem as flotilhas de SSBN’s e SSN’s da Marinha Francesa, ao abrigo do programa Nemesis, e a Marinha Brasileira para a sua nova classe de SSK's.

 

  • O torpedo pesado F21 vai substituir a atual geração de torpedos F17, modelo 2, da Marinha Francesa, transportados pela sua flotilha de SSBN’s e também foi selecionado para a próxima geração do tipo Barracuda da flotilha SSN's. O F21 está sendo desenvolvido em resposta aos novos desafios operacionais que se colocam ao domínio ímpar do submarino que o transporta. A sua discrição, alcance e poder de fogo proporcionam-lhe uma vantagem tática ímpar sobre todos os adversários. O novo torpedo está concebido para pôr fora de combate navios de superfície e submarinos inimigos.

 
Serviços
 

  • Além de tudo isso, a DCNS proporciona uma vasta gama de serviços de apoio durante todo o ciclo de vida dos navios de superfície como dos submarinos. Estes serviços vão desde a simples encomenda de peças de substituição até ao apoio, ao longo de toda a vida, a toda uma esquadra. Para além das operações de apoio correntes, a DCNS pode efetuar programas de modernização e de extensão da vida útil para manter a disponibilidade da esquadra por um custo otimizado. A DCNS também proporciona um conjunto completo de cursos e soluções concebidos para formar o pessoal naval e industrial a todos os níveis, desde o início de um projeto até o abate e/ou desmantelamento. Por fim, a DCNS propõe serviços em bases navais e estaleiros navais, desde Concepção, Engenharia, Construção e Operação atéa manutenção destas infra-estruturas. Esta oferta global está concebida para ajudar as marinhas a manterem e expandirem a sua auto-suficiência no quadro de programas de transferência de tecnologia.

 
Acerca da DCNS
A DCNS é uma líder mundial na defesa naval e um agente inovador no domínio de energia.O sucesso do Grupo como empresa de tecnologia avançada com um alcance global assenta na satisfação das necessidades dos clientes através da colocação em prática de um know-how excepcional e de recursos industriais únicos.A DCNS concebe, constrói e mantém navios de superfície, submarinos e sistemas e equipamentos críticos para as missões que incorporam as tecnologias mais avançadas.Também propõe serviços para estaleiros e bases navais.Além disso, a DCNS proporciona uma gama de soluções no domínio de engenharia nuclear civil e de energias renováveis marinhas.A DCNS está empenhada no desenvolvimento sustentável e foi uma das primeiras empresas de defesa a obter uma certificação ISO 14001 que abrange todo o Grupo. Em reconhecimento ao êxito conseguido pelas suas Filières du Talent, um programa de partilha de conhecimentos, a DCNS foi galardoada com o Trophée National de l’Entreprise Citoyenne (uma recompensa nacional pela cidadania empresarial) sob o patrocínio do Senado Francês.O Grupo emprega 12.000 pessoas e gera receitas anuais de cerca de 2,4 bilhões de euros.www.dcnsgroup.com
 



Outras coberturas especiais


Fundação EZUTE

Fundação EZUTE

Última atualização 18 DEZ, 21:46

MAIS LIDAS

LAAD 2011