COBERTURA ESPECIAL - Israel - Tecnologia

14 de Agosto, 2018 - 11:25 ( Brasília )

Israel enviará missão histórica à lua a partir de Cabo Canaveral

A primeira nave espacial lunar de Israel tem alunissagem prevista para 13 de fevereiro de 2019, tornando Israel o quarto país a levar uma missão à Lua

A organização sem fins lucrativos SpaceIL e a Israel Aerospace Industries (IAI) anunciaram a missão à Lua a ser enviada de Cabo Canaveral, Flórida, no próximo mês de dezembro, devendo alunissar em 13 de fevereiro de 2019. A data definitiva do lançamento será anunciada à aproximação do evento.

A chegada à Lua coroará oito anos de colaboração intensiva entre a SpaceIL e a IAI, tornando Israel o quarto país depois dos Estados Unidos, China e Rússia a alcançar a Lua. A nave espacial será lançada de Cape Canaveral, Flórida, como carga secundária a bordo de um foguete SpaceX Falcon 9, e sua jornada até a Lua deverá levar cerca de dois meses, terminando na data prevista para sua alunissagem. A nave israelense será a menor a chegar à Lua, com um peso de apenas 1.322 libras (600 quilos).

Aproximadamente US$88 milhões ($NIS320 milhões) foram investidos no desenvolvimento e na construção da nave, a maior parte dos quais provenientes de doadores particulares encabeçados pelo presidente da SpaceIL, Morris Kahn, que doou cerca de US$27 milhões ($NIS 100 milhões).

Morris Kahn, presidente da organização sem fins lucrativos SpaceIL, declarou: “Após oitos anos de desafios, tenho imenso orgulho de que a primeira nave espacial israelense, já em fase final de construção e testes, em breve estará a caminho da Lua. Enfrentei muitos desafios na vida, mas esse foi o maior de todos. É uma imensa conquista para nós da SpaceIL e para nossos parceiros da Israel Aerospace Industries, que têm estado ao nosso lado desde o início. O lançamento dessa primeira nave espacial israelense encherá Israel, em seu 70º ano, de orgulho. É uma conquista nacional que nos colocará no mapa espacial do mundo”.

Ido Anteby, CEO da SpaceIL, declarou: “A colaboração da SpaceIL com a IAI chega ao último estágio de sua complexa missão para alunissar a primeira nave espacial de Israel. Nos próximos meses a nave passará por uma série de checagens e testes intensivos na IAI, a fim de provar que resistirá às condições de lançamento, voo e alunissagem. As excelentes equipes da SpaceIL e IAI trabalham com toda determinação a fim de executar esse desafio tecnológico único a tempo de cumprir a data do lançamento previsto para dezembro”.

Josef Weiss, presidente e CEO da IAI, declarou: “Tendo sido eu a trazer pessoalmente à IAI a colaboração com a SpaceIL, considero o lançamento da primeira nave espacial israelense à Lua um exemplo da incrível capacidade que se pode atingir na atividade espacial civil. O Estado de Israel, já firmemente sedimentado na esfera espacial em sua atividade militar, deve angariar recursos para o benefício do espaço civil, que é um motor de inovação, tecnologia, educação e realizações inéditas ao redor do globo. A façanha que estamos prestes a realizar é fruto do trabalho intenso de mentes brilhantes ao longo de muitos anos. Essa conquista, sobretudo no 70º ano de Israel, simboliza o quão longe nós chegamos e, em particular, as infindáveis conquistas que ainda podemos alcançar. A IAI continuará a fazer todo o necessário nos próximos meses para assegurar o sucesso dessa missão nacional”.

A iniciativa

Embora esse seja um feito nacional, trata-se essencialmente de uma iniciativa privada dos três fundadores da SpaceIL – Yariv Bash, Kfir Damari e Yonatan Winetraub – que se empenharam para concretizar o sonho de chegar à Lua, registrando-se na desafiadora competição Google Lunar XPRIZE.

Desde a criação da SpaceIL, a missão de enviar uma nave espacial israelense à Lua tornou-se um projeto nacional com valores educacionais custeados por doadores como a Dra. Miriam e Sheldon Adelson, Sammy Sagol, Lynn Schusterman, Steven Grand e outros. Kahn, um homem de negócios e filantropo, tomou para si a tarefa de liderar o projeto e sua execução, considerando-o uma missão pessoal.

A IAI, que é o núcleo da atividade espacial de Israel, tem sido parceira integral nesse projeto desde sua concepção. No decorrer dos anos, novos parceiros do setor privado, desde organizações governamentais a entidades acadêmicas, uniram-se ao projeto também. As mais proeminentes são o  Weizmann Institute of Science; a Agência Espacial de Israel; o Ministério da Ciência, Tecnologia e Espaço; Bezeq e outras.

A nave espacial

O projeto de design e desenvolvimento da nave, que envolveu intenso trabalho dos engenheiros, cientistas e demais membros da equipe, começou em 2013 e prosseguiu até o ano passado, quando sua construção na IAI MABAT Plant começou.

A nave, pesando apenas cerca de 600 kg, é considerada a menor a alunissar na Lua. Tem 1,5 metro de altura e 2 metros de diâmetro, e o combustível que levará equivale a cerca de 75% de seu peso total. A velocidade máxima que atingirá é de 10 km por segundo (36.000 km por hora).

A nave da SpaceIL’s será lançada em um foguete SpaceX Falcon 9 em Cabo Canaveral, Flórida. Será uma carga secundária, sendo lançada com outros satélites.

A jornada da nave até a Lua

O CEO da SpaceIL, Dr. Ido Anteby, revelou a trajetória da nave até a Lua durante a entrevista coletiva. A partir do lançamento, ela iniciará um curso de voo longo e complexo. A nave se separará do foguete de lançamento a uma altitude de 60 mil quilômetros e orbitará ao redor da Terra em órbitas elípticas. Ao comando da sala de controle, ela entrará em uma órbita elíptica de altitude mais elevada em torno da Terra, que alcançará um ponto próximo à Lua.

Nesse ponto, a nave ativará seus motores e reduzirá a velocidade para que a gravidade da Lua a capture. A partir daí, orbitará ao redor da Lua até o momento apropriado de iniciar o processo de alunissagem. Esse processo será executado autonomamente pelo sistema de controle navegacional da nave. A duração da jornada, do lançamento à alunissagem, será de cerca de dois meses.

A missão

Depois de alunissar em 13 de fevereiro de 2019, a nave espacial, carregando a bandeira de Israel, começará a tirar fotografias e gravar vídeos do terreno ao redor, além de medir o campo magnético da Lua como parte de um experimento científico conduzido  em colaboração com o Weizmann Institute. Os dados serão transmitidos para a sala de controle da IAI durante dois dias após a alunissagem.

A SpaceIL era o único participante de Israel na competição internacional Google Lunar XPRIZE. Para vencer o primeiro prêmio de US$20 milhões, os participantes deveriam alunissar uma nave não tripulada na Lua. A competição terminou oficialmente sem vencedor em 31 de março, quando a Google anunciou que não a patrocinaria mais.

Após angariar os fundos essenciais para levar avante a atividade, a SpaceIL anunciou sua determinação em prosseguir na missão e lançar a nave até o final do ano, a despeito da competição. Ao mesmo tempo, a organização continua seus esforços para levantar os fundos necessários para completar a missão.

A SpaceIL objetiva desencadear um “efeito Apollo” em Israel a fim de: incentivar a próxima geração de crianças israelenses interessadas em estudar ciência, tecnologia, engenharia e matemática; mudar sua percepção dessas matérias; gerar um senso de capacidade; e permitir-lhes sonhar alto mesmo em nosso pequeno país.

A organização sem fins lucrativos almeja mudar o discurso em Israel e encorajar meninos e meninas que encaram a ciência, tecnologia, engenharia e matemática como oportunidades instigantes para seu futuro. Nos últimos anos, a SpaceIL atiçou a imaginação de 900 mil crianças em todo o país com a ajuda de uma rede de voluntários.

SpaceIL:

A SpaceIL é uma organização sem fins lucrativos criada em 2011 com o objetivo de levar a primeira nave espacial israelense à Lua. Fundada pelos três jovens engenheiros Yariv Bash, Kfir Damari e Yonatan Winetraub, a SpaceIL buscava uma resposta ao desafio internacional proposto pelo prêmio Lunar X Prize de US$20 milhões da Google: construir, lançar e alunissar uma nave não tripulada na Lua. A SpaceIL dá seguimento à sua missão para a Lua a despeito de a competição ter expirado sem um vencedor.



Israel Aerospace Industries (IAI):

A IAI Ltd. é a maior empresa aeroespacial e de defesa de Israel, líder em tecnologia e inovação reconhecida mundialmente, especializada no desenvolvimento e manufatura de sistemas de ponta para ar, espaço, mar e terra, além de segurança doméstica e cibernética. Desde 1953, a empresa vem fornecendo soluções de tecnologia avançada para governos e usuários comerciais no mundo inteiro, incluindo: satélites, mísseis, sistemas de armamento e munições, sistemas robóticos e não tripulados, radares, C4ISR e outros. A IAI também desenvolve e produz jatos empresariais e aeroestruturas, presta serviços de revisão e manutenção de aeronaves comerciais, e adapta aeronaves de passageiros para configurações de reabastecimento e carga.