COBERTURA ESPECIAL - Helibras - Defesa

04 de Maio, 2015 - 17:15 ( Brasília )

UNICAMP - AIRBUS - Programa para Pesquisa em Compósitos


 

 

Júlio Ottoboni

A Universidade de Campinas (UNICAMP) lançou em parceria com o Consulado da França no Brasil e o Airbus Group, um programa para promover à pesquisa e a inovação (P&D) industrial na área de materiais compósitos para a fabricação de aeronaves e helicópteros. Isso beneficia diretamente a Helibras, que surgiu em São José dos Campos e está instalada em Itajubá (MG).

A “cátedra Franco-Brasileira” será conduzida em torno de uma rede de pesquisa junto à Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM). O foco dos estudos é o campo da mecânica computacional e estrutural e aberto apenas a estudantes da FEM.

Esta cooperação contará com a participação da engenheira mecânica Ana Cristina Galucio, pesquisadora do Centro de Pesquisa do grupo Airbus. A engenheira ficará na Faculdade de Engenharia Mecânica por um período de nove meses.

A HELIBRAS é uma subsidiária da Airbus Helicopters no Brasil voltada à fabricação de helicópteros. Ana Galucio ressalta que a parceria com a UNICAMP é relevante para a empresa do ponto de vista estratégico. “Para nós é importante estarmos com um parceiro acadêmico de excelência e que tem reputação internacional nesta área, especialmente no campo computacional.

Além da pesquisa, a cátedra envolve uma área de ensino, ou seja, eu vou ministrar palestras e seminários para alunos de graduação e pós-graduação da UNICAMP", acrescenta.

A pesquisadora Ana Galucio reforça a ação entre a UNICAMP e a HELIBRAS.

“Iremos trabalhar na área de blindagem, em dois eixos: o primeiro envolvendo novos experimentos e o segundo focado no campo computacional. A área experimental envolve a caracterização de novos materiais. Já a computacional, na avaliação de ferramentas da Unicamp e suas possíveis aplicações em casos industriais reais. O objetivo é transferir este conhecimento para a nossa business unit brasileira, no caso a Helibras”, explica.

A pró-reitora de Pesquisa da Unicamp, Gláucia Maria Pastore, detalhou a nova atividade a ser exercida pela Unicamp e com margem a dar suporte ao polo de asas rotativas criado em Itajubá (MG). “Com o sistema de cátedra nós conseguimos ampliar o espectro da pesquisa em nosso país.

Temos aqui na Universidade muitos pesquisadores especialistas nessa área da aviação, especialmente na Faculdade de Engenharia Mecânica. Portanto, a vinda da pesquisadora Ana Galucia irá somar ao conhecimento da ciência e do desenvolvimento desta Faculdade e do nosso país”, salientou a pró-reitora.

Para o professor Alberto Luiz Serpa, que atua neste campo de pesquisa na FEM, a intenção da Universidade é também ampliar a mobilidade e a cooperação nesta área. “O programa das cátedras franco-brasileiras é aberto por meio de um edital lançado para USP, Unicamp e Unesp. No caso desta cátedra é a primeira vez que envolve a atuação de uma especialista do setor industrial”, acrescentou.

Matéria relacionada

AIRBUS GROUP - UNICAMP - Competência em estruturas Link compostas no Brasil



Outras coberturas especiais


Argentina

Argentina

Última atualização 19 NOV, 21:40

MAIS LIDAS

Helibras