COBERTURA ESPECIAL - Guarani - Terrestre

13 de Maio, 2008 - 12:00 ( Brasília )

Programa VBTP-MR _ Entrevista Gen Darke Nunes de Figueiredo - DCT


Entrevista com o Sr. General-de-Exército Darke Nunes de Figueiredo, Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT), do Exército Brasileiro.

Leia também Exército Avança com o Programa VBTP-MR

DefesaNet - Os objetivos do EB com o programa VBTP-MR?
Gen. Darke Nunes – O Exército reestruturou algumas áreas de doutrinas e formas de emprego de seu material. O projeto da Viatura Blindada de Transporte de Pessoal, Médio de Rodas (VBTP-MR) vem ao encontro dessa necessidade atual, complementando e substituindo o material. Salienta-se que o projeto é precursor de uma gama variada de Viaturas Blindadas Média de Rodas, e que também pretende-se fabricar versões de Reconhecimento, Posto de Comando , Ambulância, Socorro, Morteiro, Comunicações, Diretora de Tiro e Oficina.


DefesaNet - Haverá uma alteração no cronograma da VBTP – MR?
Gen. Darke Nunes –
O cronograma inicial, que ainda está firme, compreende 24 meses para o desenvolvimento e fabricação de 1 protótipo e mais 24 meses, dois anos, para avaliação e fabricação de um lote-piloto de 16 viaturas. Em princípio, não existe qualquer intenção de se alterar ou postergar-se o cronograma acordado com a FIAT / IVECO. Inclusive, o presidente da IVECO, realizou, no início de março, em Minas Gerais, na Matriz da FIAT no Brasil, a reunião de início (Kickoff) do projeto, sendo também recebido pelo Exmo Sr Comandante do Exército na data de 27 de fevereiro de 2008.


DefesaNet - O parque de viaturas Urutu e Cascavel terá uma modernização maior ou seguirá no programa de revitalização empreendido no Arsenal de Guerra de São Paulo?
Gen. Darke Nunes –
O Exército, atualmente, não pretende aumentar o rimo dos trabalhos de revitalização das viaturas Urutu / Cascavel que vem sendo realizado, diga se passagem, primorosamente, pelo Arsenal de Guerra de São Paulo (AGSP). Mas essa situação pode evoluir dependendo dos acontecimentos internacionais ou nacionais em que o Exército seja chamando atuar.

Recentemente, tivemos que adaptar várias viaturas Urutu para emprego na Força de Paz do Haiti com a colocação de pá dolzer, torreta blindada, posição elevada e blindada do motorista, preparação de um Urutu UTI móvel, dentre outros serviços menores. Também cabe destaque que estamos sendo sondados constantemente pelos exércitos de países amigos na avaliação e possível recuperação de seus blindados Urutu/Cascavel como no caso dos Exércitos da Bolívia, Suriname, Paraguai, Uruguai e Equador.


DefesaNet - Qual a expectativa do EB no programa VBTP-MR?
Gen. Darke Nunes –
Como já foi dito, a melhor possível. Esperamos que seja o projeto inicial de toda uma família de blindados médios de rodas que venha a equipar todo o nosso Exército. Todos projetados e fabricados em território nacional, com as nossas características, para nossas doutrinas e nossas hipóteses de emprego. Em suma, blindados brasileiros.


Outras coberturas especiais


Brasil - EUA

Brasil - EUA

Última atualização 15 DEZ, 10:45

MAIS LIDAS

Guarani