COBERTURA ESPECIAL - Gripen NG Brazil - Tecnologia

02 de Novembro, 2016 - 10:05 ( Brasília )

Governo da Suécia e o Porto Digital negociam contratos nas áreas de aviação civil e tecnologia

Parceria pode inserir o Porto Digital na cadeia de tecnologia aeroespacial brasileira

Marina Barbosa
Folha de Pernambuco

Sede de empresas como Ericsson, Electrolux e Saab, a Suécia está de olho nas oportunidades de negócio existentes em Pernambuco. A ideia é desenvolver parcerias e contratos nas duas áreas econômicas que mais se destacam no país europeu: aviação civil e tecnologia. Por isso, o Porto Digital tem sido visto como uma porta de entrada para o mercado pernambucano pelos representantes da Suécia no Brasil.

O embaixador Per-Arne Hjelmborn veio até visitar o centro tecnológico na semana passada. Acompanhado da ministra-conselheira Pernilla Josefsson Lazo, ele conversou com o presidente do Porto Digital, Francisco Saboya, em busca de possíveis parcerias para o desenvolvimento de tecnologia aeroespacial. “Nós temos um acordo com o Governo Federal que autoriza o fornecimento de caças para a Força Aérea Brasileira, mas também prevê um intercâmbio tecnológico. E o Porto Digital é referência nas principais áreas da atividade empresarial sueca: tecnologia e aviação”, disse o cônsul da Suécia no Recife, Erik Sial.

Sial disse ainda que a conversa rendeu tanto que o embaixador já pensa em realizar um seminário de apresentação das empresas pernambucanas na Câmara de Comércio Brasil-Suécia, que reúne mais de 70 corporações suecas em São Paulo. “A visita nos aproximou do Porto Digital e do Estado, permitindo que as empresas suecas lembrem de Pernambuco na hora de investir”, falou Sial, contando que o embaixador também conheceu Suape, conversou com representantes da AD-Diper e se reuniu com o governador pernambucano, Paulo Câmara, na viagem.

Apesar de ainda não ter fechado nenhum contrato, o Porto Digital também avalia a visita como positiva. “A Suécia está mapeando lugares onde há a possibilidade de realizar parcerias tecnológicas no Brasil. Afinal, os governos brasileiro e sueco têm um acordo de cooperação. E, com a visita, nós já recebemos um primeiro contato. É uma aproximação”, explicou Saboya, contando que, se efetivada, a parceria pode inserir o Porto Digital na cadeia de tecnologia aeroespacial brasileira, que hoje se concentra em São José dos Campos. Saboya ainda disse que, graças aos estudos em tecnologia avançada e inteligência artificial desenvolvidos no Cesar e na UFPE, o Estado tem condições de atuar nesta área junto com a Suécia.

Recife sediará seminário de inovação

Não é só com a Suécia que o Porto Digital busca formalizar negócios. Logo depois da visita sueca, por exemplo, o centro recebeu o embaixador de Taiwan. O esforço de internacionalização das startups locais já rende até parcerias com foco em inovação contínua e planejamento urbano, visando a criação de ambientes propícios ao empreendedorismo, com o Reino Unido.

Os países promovem até uma semana de atividades sobre inovação, tecnologia e cidades no Recife na próxima semana. É a UK-Recife Tech and Cities Week, que acontece de 7 a 11 de novembro na aceleradora do Porto Digital, Jump Brasil, situada em Santo Amaro.

Gratuito, o evento pretende reunir universitários, startups, empresários, pesquisadores e representantes do setor público a fim de promover troca de experiência e conhecimento, discussão sobre políticas públicas e também negócios entre Reino Unido e Brasil. Na ocasião, o Newton Fund vai, inclusive, lançar uma chamada pública para pesquisas com foco em cidades inteligentes.



Outras coberturas especiais


Brasil - EUA

Brasil - EUA

Última atualização 15 DEZ, 10:45

MAIS LIDAS

Gripen NG Brazil

1
07 DEZ, 10:00

O ataque da Saab