COBERTURA ESPECIAL - Gripen NG Brazil - Aviação

12 de Novembro, 2015 - 09:40 ( Brasília )

Entra em montagem final o 1º Gripen E/F


Entrou na linha de montagem a primeira aeronave de teste do Gripen New Generation (E/F) , o modelo comprado pela Força Aérea Brasileira.

O anúncio foi feito na terça-feira (11), no Dubai Air Show, nos Emirados Árabes Unidos, pelo chefe da área de negócios de Aeronáutica na Saab, Ulf Nilsson.

Segundo a assessoria de imprensa da Saab, o protótipo - a primeira aeronave de teste no programa Gripen E (de um assento) - foi para a montagem final na configuração utilizada pela Força Aérea da Suécia, que é diferente da solicitada pelo Brasil.

Uma das diferenças entre as versões é que a Suécia utiliza o caça Gripen, da também sueca Saab, com três visores para os pilotos no cockpit. O Brasil pediu aeronaves com apenas um visor panorâmico central, chamado de "wide display".
 


A FAB comprou, em outubro de 2014, 36 jatos Gripen - 24 unidades na versão E, de um assento, e 8 jatos de duas posições, para treinamento, pelo valor de SEK 39.882.335.471,65. A previsão é que os aviões chegem ao país a partir de 2019.

Segundo a Saab, "para o Gripen, este é um marco importante, confirmando o conceito de design modular e estabilidade do programa".

"Uma vez que o contrato com o Brasil entrou em vigor em setembro de 2015, alguns engenheiros brasileiros chegaram à Suécia para começar a trabalhar na configuração brasileira do Gripen NG. Estamos ansiosos para anunciar o mesmo marco nesse programa", informou a construtora.

WAD - Wide Area Display*

Em fevereiro de 2015, a SAAB anunciou a seleção da AEL Sistemas como nova fornecedora no Brasil. SAAB e AEL também assinaram um contrato para a transferência de tecnologia. A AEL foi selecionada para fornecer o Wide Area Display – Display de Grande Área (WAD), o Head-Up Display - Visor Frontal  (HUD) e o Helmet Mounted Display – Capacete com visor (HMD), que serão integrados ao Gripen NG para o Brasil como parte do contrato F-X2.

O programa de desenvolvimento do WAD e do HUD começou em janeiro de 2015. Já o do HMD teve início em maio deste ano. O novo programa de sistemas aviônicos para a aeronave será executado ao longo de quatro anos e inclui o desenvolvimento, a integração e o trabalho de produção, que serão realizados em Porto Alegre (RS). O trabalho de integração do sistema será feito pela SAAB e pela EMBRAER.

São três as etapas de desenvolvimento:

A – apresentação do rig, dispositivo com todos os elementos do sistema para testes de software e funcionalidades;
B – Equipamento nas dimensões final para testes e avaliações de compatibilidades, térmica, mecânica e eletromagnética, e,
C- Já na versão final com capacidade e ser montado e testado em aeronave.

O WAD para a aeronave brasileira Gripen NG é um sistema único e inteligente de exibição de tela grande formato (19 x 8 in), redundante e multiuso, em cores e de alta resolução, com apresentação contínua de imagem, capaz de receber entradas de teclas multifuncionais, touchscreen ou interfaces externas. É a principal fonte de todas as informações de voo e missão na cabine de piloto.

O WAD não é somente a forma de apresentação dos dados ao piloto de uma forma similar ao dos smatphones, mas sim a “fusão” e “gerenciamento” dos dados . Adotando sensores infravermelhos, para compensar as luvas, o piloto pode acionar a tela do WAD como um “touchscreen”. 

Selecionar os dados que lhe interessam para o momento em uma determinada missão. Aumentará de forma significativa a Human Machine Inteface (HMI) de forma exponencial. Haverá sistemas que minimizem alguma ação por toque inadvertido de algo que está no cockpit no painel do WAD.


Artigo relacionado:

WAD – AEL Sistemas e SAAB avançam no Desenvolvimento


*Com DefesaNet AN - Nelson Düring



Outras coberturas especiais


Argentina

Argentina

Última atualização 23 NOV, 16:40

MAIS LIDAS

Gripen NG Brazil