COBERTURA ESPECIAL - Gripen NG Brazil - Aviação

19 de Outubro, 2015 - 14:40 ( Brasília )

Brasil e Suécia estabelecem procedimentos para certificação dos futuros caças

Organizações certificadores dos dois países estabeleceram procedimentos para reconhecimento mútuo de atividades

Brasil e Suécia vão trabalhar juntos na certificação dos caças Gripen NG. O Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) e o Swedish Military Aviation Safety Inspectorate (FLYGI) formalizaram o reconhecimento mútuo de atividades relacionadas à certificação. Isso significa que as duas instituições poderão dividir os trabalhos de conferir as capacidades do futuro jato de combate em desenvolvimento pelos dois países. O processo de assinatura do Implementation Procedure (processo de implantação) ocorreu no dia 9 de outubro.

O diretor do IFI, Coronel Marcelo Franchitto, elogiou a integração entre os dois órgãos para a celebração do acordo. “Haverá muito trabalho relativo à certificação pela frente, para o qual a proatividade demonstrada será essencial”, afirmou. Da parte sueca, o documento foi assinado pelo Coronel Anders Janson, diretor do FLYGI.

O reconhecimento mútuo das atividades entre os órgãos vai representar a economia de recursos do projeto, pois evitará repetições desnecessárias de atividades de certificação. Além disso, o acordo servirá de base para incorporar a certificação de outros projetos e aquisições, caso futuramente sejam assinados outros contratos de aquisição de aeronaves militares envolvendo as duas nações.

Ministro da Defesa conhece fábrica da SAAB na Suécia

O ministro da Defesa, Aldo Rebelo, se reúne nesta segunda-feira (19/10), com o presidente do Conselho de Administração da SAAB, Peter Vallenberg, e com o CEO da empresa, Hakan Bushke. Também encontrará 46 engenheiros brasileiros, sendo 44 da Embraer e 2 da AEL Sistemas.

Esses profissionais são os precursores do processo de transferência de tecnologia do Gripen para o Brasil. No total, mais de 200 engenheiros serão enviados à Suécia com esse objetivo.

No domingo (18/10), Aldo Rebelo se encontrou com o ministro da Defesa sueco, Peter Hultqvist, em Estocolmo, como parte da agenda oficial da Presidenta Dilma Rousseff à Suécia e à Finlândia, que ocorre até a próxima terça-feira (20). “A reunião amplia os horizontes de cooperação para além do que já existe na área da defesa”, afirmou Rebelo, após o encontro.

O ministro destaca as amplas possibilidades de cooperação entre os dois países abertas depois que o governo brasileiro decidiu fechar acordo para a compra dos caças Gripen NG da empresa sueca Saab. Segundo ele, o projeto FX-2 envolve transferência de tecnologia, política industrial, formação de mão-de-obra especializada, desenvolvimento de ciência e pesquisa.

A reunião entre os dois ministros da Defesa teve o objetivo de intensificar a cooperação Brasil-Suécia, por meio de projetos em novas áreas, como a cooperação industrial, a troca de experiências em operações de paz e o desenvolvimento de software voltado aos projetos SISFRON e SISGAAZ.

No primeiro dia da visita oficial à Suécia, o ministro Aldo Rebelo acompanhou a Presidenta Dilma Rousseff e sua comitiva no encontro com o Rei Carlos XVI Gustavo e a Rainha Sílvia, no Palácio Real. Também participou de reunião com empresários brasileiros que possuem negócios na Suécia. O objetivo do encontro empresarial é discutir possibilidades de maior interação entre os negócios suecos e brasileiros.

Na terça-feira, Aldo Rebelo viaja com a comitiva presidencial para Finlândia. Na capital, Rebelo se reunirá com o ministro da Defesa finlandês, Jussi Niinistö.



Outras coberturas especiais


Argentina

Argentina

Última atualização 18 NOV, 13:30

MAIS LIDAS

Gripen NG Brazil