COBERTURA ESPECIAL - Gripen NG Brazil - Aviação

30 de Julho, 2014 - 11:20 ( Brasília )

Amorim espera assinar compra de caças até fim do ano


O governo federal espera assinar até o fim deste ano o contrato para a compra de caças Gripen NG, da fabricante sueca Saab, reiterou nesta terça-feira o ministro da Defesa, Celso Amorim.

Ele disse que receberá nos próximos dias representante do governo da Suécia para discutir detalhes da parceria entre brasileiros e suecos para a aquisição das aeronaves, anunciada ano passado após um longo processo que teve início ainda no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Está tudo correndo normalmente e a previsão é que o contrato possa ser assinado no final do ano", disse Amorim à Reuters, reiterando previsão feita na época do anúncio da escolha pelo caça sueco.

“Vou ter um briefing nos próximos dias sobre todos os aspectos das negociações e a própria ministra da Suécia está vindo para cá”, acrescentou.

O ministro revelou que a previsão é que em 2016 estejam já à disposição da Força Aérea Brasileira (FAB) caças Gripen de segunda mão para serem usados pela FAB até que a entrega das novas aeronaves. A perspectiva de Amorim é que em 2018 possa ser iniciada a fabricação dos novos caças encomendados para a FAB.

“Temos uma negociação que, se não me engano, a partir de 2016 teríamos uns Gripens que não são o que a gente vai adquirir. É algo intermediário e a ideia é que os primeiros Gripens sejam já feitos pelo menos parcialmente no Brasil em 2018”, frisou o ministro da Defesa

Os caças modelo Mirage, que eram usados pela FAB, já foram aposentados depois de anos de uso, mas a Força Aérea tem 56 aviões modelo F-5 remodelados e que foram colocados em uso durante a operação de segurança da Copa do Mundo.

“Os F-5 estão operando e o quanto antes nós tivermos os caças mais modernos, melhor”, disse Amorim.

 

Linha do tempo*

 2001  Comando da Aeronáutica inicia a seleção das empresas ofertantes de equipamento compatíveis com os requisitos definidos. No final do ano, foram selecionadas aeronaves Gripen, F-16, Mig-29, Mirage 2000 e Sukhoi 30
 2003 Suspensão no início do ano e retomada em outubro
 2004 Com o término de validade das propostas em dezembro, o governo decide preencher a lacuna da desativação dos F-103 Mirage III (prevista para 2005) com a compra de 12 Mirage 2000-C usados da Força Aérea Francesa
 2007 Estado Maior da Aeronáutica reinicia o processo de estudos sobre as necessidades de um caça multiemprego
 2008  É constituída a Comissão Gerencial do Projeto FX-2 e ao final do ano são selecionadas as aeronaves F-18 Superhornet (Boeing); Rafale (Dassault) e Gripen NG (SAAB) segundo critérios técnicos, logísticos, de compensação comercial (pacote offset) e de transferência tecnológica para o Brasil
 2009 Propostas dos três finalistas são enviadas para apreciação final
 2010 Comando da Aeronáutica submete relatório final para decisão do Governo Federal
 2013 Brasil decide pela compra do Gripen NG

*fonte:MD



Outras coberturas especiais


Base Industrial Defesa

Base Industrial Defesa

Última atualização 22 SET, 15:00

MAIS LIDAS

Gripen NG Brazil