COBERTURA ESPECIAL - Guerra Informação e Híbrida - Terrestre

24 de Maio, 2017 - 16:20 ( Brasília )

Estágio Setorial de Operações de Informação em Brasília


O COTER, por intermédio de sua 4ª Subchefia, conduziu o Estágio Setorial de Operações de Informação, no período de 15 a 19 de maio de 2017, na Sala de Coordenação do Preparo da Força Terrestre.

As Operações de Informação são definidas pela "Atuação integrada das Capacidades Relacionadas à Informação (CRI) e outros vetores, para informar e influenciar grupos e indivíduos e afetar o ciclo decisório de oponentes, protegendo o nosso.

Contribuem, ainda para a obtenção da Superioridade de Informações e integram capacidades relacionadas à informação e outros vetores, destacando-se: a Comunicação Social (Com Soc); as Operações de Apoio à Informação (OAI); a Guerra Eletrônica (GE); a Guerra Cibernética (G Ciber); e a Inteligência (Intlg).

O Estágio teve por finalidade nivelar conhecimentos necessários aos futuros planejamentos de Operações de Informação no âmbito da Força Terrestre.

Participaram da atividade 31 oficiais de todos os Comandos Militares de Área, do Estado-Maior do Exército, do Comando de Operações Terrestres, do Comando Logístico, das Escolas de Formação, Aperfeiçoamento e Altos Estudos para Oficiais, dos Grande Comandos, Grandes Unidades e Unidades da Força de Atuação Estratégica e do Comando de Defesa Cibernética.

A abertura do Evento foi realizada pelo Gen Ex Paulo Humberto César de Oliveira, Comandante de Operações Terrestres, que destacou a importância das Operações de Informação para a Obtenção da Consciência Situacional e a Superioridade das Informações no âmbito do Exército.

As atividades contaram com palestrantes do Comando de Operações Terrestres, do Centro de Inteligência do Exército, do Centro de Comunicação Social do Exército, do Comando de Defesa Cibernética, do 1º Batalhão de Operações de Apoio à Informação e do 1º Batalhão de Guerra Eletrônica.