10 de Dezembro, 2012 - 13:12 ( Brasília )

Geopolítica

Ministro da Defesa do Peru anunciou o novo regime disciplinar das Forças Armadas

Ministério de Economia e Finanças destacou também o aumento do investimento do orçamento do setor de 6% para 40%

Gustavo Nardon
Defesanet Agência de Notícias



Na última quarta-feira (5/12), o ministro da Defesa do Peru, Pedro Cateriano Bellido, anunciou a aprovação no Conselho de Ministroso do novo regime disciplinar que será aplicado nas Forças Armadas (FA) do país.

O Decreto Legislativo (DL) contitui a modernização no regime disciplinar nas FA tendo em conta as trocas efetuadas, nas três forças, ao amparo das faculdades outorgadas pelo Congresso ao Poder Executivo, assegurou o titular do setor.

Ao término do Conselho de Ministros, Cateriano anunciou também a aprovação do DL correspondente a adequação de competências do Comando Conjunto das Forças Armadas (CCFA) peruano.

"Esta norma adecua o âmbito e competências do Chefe do CCFA e o permitirá, como oficial de maior grau nas FA e encarregado de operações militares, contar com ferramentas para atuar conforme os requerimentos", afirmou o ministro Bellido.

O ministro peruano também anunciou a aprovação da normativa que cria uma Inspetoria Geral no Comando Conjunto.

O Conselho de Ministros aprovou, na mesma  reunião, o decreto relacionado a situação do pessoal subordinado as FA. O texto decreto respeito de suas atividades, funções e competências, reguladas até hoje mediante um decreto supremo.

O ministro reiterou que nos próximos dias será provado outro DL ,  este é correspondente ao aumento dos soldos dos membros das FA e da Polícia Nacional (PF peruana). O normativa que define tal aumento já está em fase final de elaboração.

Aumento no orçamento

Outro ponto abordado pelo ministro da Defesa do Peru, foi o aumento da utilização do orçamento do setor de defesa. Em apenas quatro meses, o Governo peruano passou de 6% para 40% da utilização da verba destinada a este Ministério. O crescimento destes investimentos, por parte do Governo, permitirá o desenvolvimento de importantes projetos de infraestrutura, defesa e segurança nacional.

"No final do mês de julho, assumi o Ministério com um nível de execução do orçamento em 6% e hoje estamos em 40%. No que resta de ano, este nível pode subir ainda mais com o compromisso realizado e os esforços de funcionários e pessoal do setor", frisou o ministro.

O ministro da Economia peruana, Luis Miguel Castilla, destacou o aumento no investimento do orçamento e parabenizou os esforços do setor da defesa. Também ressaltou que em novembro, o investimento total do Governo peruano, em todos os setores, alcaçou 60% do orçamento. Números muito superiores aos governos anteriores, dentro de um mesmo período.


* Com informações da Oficina de prensa del Ministerio de Defensa del Peru.