26 de Novembro, 2012 - 11:30 ( Brasília )

Geopolítica

Ministro de Defesa de Israel deixa a política


O atual ministro da Defesa de Israel e ex-primeiro-ministro Ehud Barak, o militar mais condecorado do país, anunciou nesta segunda-feira a saída da vida política.

"Anuncio a minha decisão de abandonar a vida política e não disputar as eleições legislativas de 22 de janeiro", afirmou Barak em uma entrevista coletiva em Tel Aviv.

Barak disse que deseja dedicar mais tempo à família.

"Eu encerrarei minha função de ministro da Defesa com a formação do próximo governo, dentro de três meses", completou Barak, de 70 anos, considerado o número dois do governo.

O anúncio foi feito cinco dias depois do fim da operação israelense "Pilar de Defesa" contra os grupos armados palestinos de Gaza, que segundo Barak teve um balanço positivo "até o momento".

Barak, considerado um dos melhores especialistas militares do país, teve uma carreira de grande prestígio e entrou para a vida política em meados dos anos 90, depois de deixar o Exército.

Foi primeiro-ministro entre 1999 e 2001. Deixou o Partido Trabalhista em janeiro de 2011 para conservar o cargo de ministro de Defesa em um governo de Benjamin Netanyahu integrado em particular por partidos religiosos e de extrema direita.