20 de Novembro, 2012 - 11:22 ( Brasília )

Geopolítica

Israel adia ofensiva terrestre à espera de mediação egípcia


O governo de Israel anunciou hoje (20) que está adiada a ofensiva terrestre na Faixa de Gaza. A decisão foi tomada durante reunião do Gabinete de Segurança, formado por nove ministros, que discutiu o assunto na madrugada desta terça-feira.

Segundo as autoridades, a medida foi adiada para dar tempo aos esforços de mediação na tentativa de obter um cessar-fogo. A ofensiva militar de Israel completa hoje sete dias.

O adiamento da ofensiva terrestre ocorre no momento em que o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, e a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, estarão na região.

Ambos pretendem manter encontros com o primeiro-ministro de Israel, Benjamim Netanyahu, e o presidente Shimon Peres, além do presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas. Autoridades do Egito disseram que a expectativa é que israelenses e palestinos negociem uma trégua em 72 horas.


*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa Edição: Graça Adjuto