25 de Outubro, 2012 - 16:20 ( Brasília )

Geopolítica

Encontro na Alemanha coloca Chile mais próximo da União Européia

Chile pode ser o primeiro país latino americano a unir-se às missões de paz da UE, segundo ministro da Defesa

Gustavo Nardon
Defesanet Agência de Notícias


O ministro da Defesa do Chile, Andrés Allamand, reuniu-se com seu homólogo alemão, Christian Schimidt, na última terça-feira (23) em Berlin, Alemanha. Este encontro teve contexto de visita oficial da autoridade chilena na Europa.

Na oportunidade, Schimidt e Allamand aboradaram temas relativos as missões de, especificamente ao pedido feito pelo governo chileno de considerar uma eventual incorporação das Forças Armadas do Chile nas operações lideradas pela União Européia (UE), isto motivado principalmente, destacou o Schimidt, pela experiência chilena em missões de paz como a do Haiti, integrando a MINUSTAH.

Neste sentido, Allamand destacou a reunião como um avanço muito relevante nesta área. "O Chile pode ser o primeiro país latino americano a somar esforços com a UE nestas questões 9missões de paz). Para a política do Ministério da Defesa chileno, a participação em operações internacionais e missões de paz é extremamente importante", enfatizou o ministro.

Ambas autoridades trocaram experiências e reafirmaram sua disposição a colaborar em matéria de formação e aperfeiçoamento dos Soldados de Tropa Profissional, âmbito no qual Alemanha e Chile coencidem no cumprimento de um serviço militar plenamente voluntário, além do processo de modernização de seu armamento.

Antes do o início das conversas com seu par alemão, o ministro chileno depositou flores em frente ao Monumento ao Soldados Mortos em Serviço, posteriormente, e já nas dependências do ministério alemão, se desenrolou um encontro de trabalho entre representantes das duas delegações.

Também estiveram presentes no encontro o Chefe  da Direção Política, Phil Ulrich Schile; o General Hans Werner, Chefe da Direção de Estratégia e Segurança; o Almirante Thomas Jügel, Comandante da 1ª Frota da Armada alemã; o Tenente-Coronel Cristoph Gamba, Agregado de Defesa da Alemanha no Chile, o Tenente-Coronel Alexander rommel, Encarregado de  Relações Internacionais; o Chefe do Estado Maior em Conjunto, General Hermán Mardones; e o Embaixador chileno na Alemanha, Jorge O'Ryan, entre outros.

A visita oficial à Alemanha começou na segunda-feira (22) com um percurso pelo Comando das Forças Armadas da Alemanha, complexo no qual recai a tarefa de planejamento das operações nacionais e internacionais, em que se destaca por sua experiência de mando e controle de operações de paz simultâneas em três continentes.

*Com informações do Ministerio de Defensa Nacional del Chile.