15 de Setembro, 2012 - 12:26 ( Brasília )

Geopolítica

Colômbia investirá US$ 100 milhões em regiões onde a guerrilha está presente


O Ministério da Defesa da Colômbia investirá cerca de US$ 100 milhões nos próximos dois anos em regiões onde a Força Pública vem lutando contra estruturas terroristas das FARC e do ELN, anunciou o vice-ministro da Defesa para as Políticas e Assuntos Internacionais, Jorge Enrique Bedoya.

“Em regiões como Arauca, Cauca, Norte de Santander, Meta, Putumayo, Caquetá e outras (…) vamos realizar obras e fazer intervenções que proporcionem aos colombianos melhores condições de desenvolvimento e prosperidade”, disse o vice-ministro durante uma sessão ao vivo no Twitter realizada em 13 de setembro pelo Ministério da Defesa do país sul-americano.

As obras, que serão feitas em 14 áreas estratégicas, atendem ao plano de Ação Integral do Ministério com obras como: a construção de pavimentação rígida nas vias principais de San José del Guaviare; a reabilitação da pista de pouso do município de Planadas, em Tolima, para facilitar os voos comerciais e o transporte social, e a construção de quadra poliesportiva coberta em Convención, Norte de Santander, entre outras.

“A ação integral é um aspecto fundamental na busca do desenvolvimento econômico e social das regiões do país onde a Força Pública continuará presente e atuará com contundência contra todas as organizações criminosas, porém com uma ação social para a comunidade”, disse o vice-ministro Bedoya.

Ele advertiu ainda que essa ação integral é um componente de restauração da legitimidade do Estado e uma base para a recuperação das regiões onde é registrada a presença dos grupos terroristas.