28 de Agosto, 2012 - 10:15 ( Brasília )

Geopolítica

Colômbia: entenda a cronologia das ações das Farc


Em 45 anos de existência, a guerrilha das Farc sobreviveu a pelo menos quatro grandes campanhas militares de onze governos diferentes, e inicia agora sua quarta tentativa de diálogo com o governo da Colômbia. Alguns dos principais fatos relacionados às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc):

- 27 de Maio de 1964: Aviões militares e tropas do Exército atacam Marquetalia, um enclave de camponeses revoltados na cordilheira dos Andes. Trinta e oito deles, incluindo Manuel Marulanda "Tirofijo" sobrevivem e criam o "Bloco Sul", considerado pelas Farc como sua pedra fundamental.

- 1978: É instituído o Secretariado, como direção colegiada de sete membros das Farc, integradas então por cerca de mil homens divididos em sete frentes.

- 28 de Março de 1984: As Farc aceitam uma trégua e iniciam negociações com o presidente Belisario Betancur (1982-1986). O partido União Patriótica (UP), ligado aos rebeldes, consegue eleger 14 congressistas em 1986, entre eles vários comandantes guerrilheiros. Além disso, lança o jurista Jaime Pardo como candidato presidencial.

- 11 de Outubro de 1987: Paramilitares de ultradireita matam Pardo e começam o extermínio de dirigentes da UP. Pelas contas atuais, foram mais de 3 mil pessoas assassinadas.

- 10 de Agosto de 1990: Morre em consequência de causas naturais Jacobo Arenas, considerado o principal ideólogo do grupo.

- 1º de Junho de 1991: Tem início em Caracas, na Venezuela, um diálogo entre o governo e as Farc, que continuaria até junho de 1992, quando é interrumpido em Tlaxcala, no México.

- 30 de Agosto de 1996: A guerrilha organiza um grande ataque à base das Delicias (sul) onde prende 60 militares. A partir daí, começam os sequestros em massa.

- 7 de Janeiro de 1999: Começa um diálogo com o presidente Andrés Pastrana, que garante às Farc um território desmilitarizado de 42.000 km2 no sudeste do país.

- 20 de Fevereiro de 2002: As Farc desviam um avião para uma estrada e sequestram um congressista, o que leva o presidente Pastrana a cancelar o processo de paz. Três dias depois, é sequestrada a candidata presidencial Ingrid Betancourt.

- 7 de Agosto de 2002: Alvaro Uribe assume o poder e promete derrotar a guerrilha, em meio a um ataque à sede presidencial, que deixa 21 mortos.

- 7 de Fevereiro de 2003: Um atentado das Farc com carro-bomba deixa 36 mortos no exclusivo clube El Nogal, em Bogotá.

- 13 de Fevereiro de 2003: As Farc derrubam um pequeno avião em Caquetá (sul) e sequestram três americanos.

- 5 de Fevereiro de 2008: Em diversas cidades da Colômbia e no exterior, cinco milhões de pessoas participam de marchas contra as Farc e pela liberdade dos reféns mantidos pela guerrilha.

- 1º de Março de 2008: Tropas colombianas entram no Equador e matam Raúl Reyes, número dois das Farc. No mesmo ataque, apreendem computadores da guerrilha com informações estratégicas e financeiras da guerrilha.

- 24 de Maio de 2008: A guerrilha anuncia a morte de seu líder histórico Manuel Marulanda "Tirofijo", aos 80 anos, vítima de um infarto, e sua substituição por Alfonso Cano no comando do Secretariado.

- 2 de Julho de 2008: Ingrid Betancourt, três americanos e outros 11 reféns são resgatados pelo exército colombiano na operação "Xeque".

- 1º a 5 de Fevereiro de 2009: Libertados o ex-deputado Sigifredo López, o ex-governador Alan Jara e quatro militares.

- 21 de Dezembro de 2009: Sequestrado e posteriormente assassinado pelas Farc o governador de Caquetá, Luis Cuéllar.

- 28 a 30 de Março de 2010: Libertados o soldado Josué Calvo e o sargento Pablo Emilio Moncayo.

- 13 de Junho de 2010: Dois policiais e um militar em poder das Farc por mais de dez anos são resgatados em uma operação militar.

- 23 de Setembro de 2010: Jorge Briceño, chefe militar das Farc, morre em um bombardeio das forças armadas.

- 9 a 16 de Fevereiro de 2011: As Farc libertam dois prefeitos, dois militares e dois policiais.

- 4 de Novembro de 2011: Alfonso Cano, líder máximo das Farc, morre em uma operação militar.

- 26 de Novembro de 2011: As Farc matam quatro reféns em meio a combates com as forças armadas. Um quinto cativo consegue escapar.

- 26 de Fevereiro de 2012: As Farc anunciam a libertação de dez militares e policiais ainda cativos e a suspensão do sequestro de civis.

- 2 de Abril de 2012: As Farc libertam os últimos 10 militares e policiais sequestrados.

- 30 de Maio de 2012: As Farc libertam o jornalista francês Romeo Langlois, capturado um mês antes durante um combate entre a guerrilha e o Exército.

- 27 de Agosto de 2012: Santos anuncia o início de contatos com as Farc visando acabar com o conflito armado.