07 de Agosto, 2012 - 11:45 ( Brasília )

Geopolítica

Chávez tenta reeleição para que sua revolução seja irreversível


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou nesta segunda-feira (06) que tenta a reeleição para um quarto mandato consecutivo, que lhe permitiria chegar a 20 anos no poder, para "ultrapassar a barreira da irreversibilidade" e fazer com que a revolução socialista que lidera "não tenha volta".
 

"Ainda falta muito por fazer, por isso sou candidato", disse o líder a jornalistas em um ato de campanha no estado de Carabobo, antes das eleições presidenciais de 7 de outubro, nas quais enfrentará o líder opositor, Henrique Capriles, e outros cinco candidatos.
 

Chávez, que se declarou livre de um câncer detectado em junho do ano passado que o fez passar três vezes pela sala de cirurgia, disse que, se pudesse, iria "descansar um pouco", mas assegurou que não é possível. Ele lembrou a declaração do ex-presidente francês Jacques Chirac, que decidiu não tentar sua terceira reeleição em 2007 alegando que "há vida além da política".
 

"Eu também poderia dizer o mesmo, há vida além da política, mas considero que ainda temos um trecho duro a enfrentar, dando a esta revolução (...) o caráter de irreversibilidade", disse. "Há muitos casos de revoluções que avançaram, veja a soviética, e depois não deram em nada", acrescentou.