24 de Julho, 2012 - 11:19 ( Brasília )

Geopolítica

Dominó Árabe - Obama alerta Assad: usar armas químicas seria um erro trágico


O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, alertou nesta segunda-feira o regime do presidente sírio Bashar al-Assad de que cometerá um "erro trágico" e deverá prestar contas caso utilize armas químicas.

"Considerando o arsenal de armas químicas do regime (sírio), vamos garantir que Assad e seus assessores saibam que o mundo os assiste, e que eles deverão prestar contas perante a comunidade internacional e aos Estados Unidos caso cometam o erro trágico de usá-las", afirmou Obama em Reno (Nevada).

"Estamos trabalhando em favor de uma transição para que os sírios possam desfrutar de um futuro melhor, livre do regime de Assad", disse o presidente durante um discurso para a organização de veteranos VFM.

Na manhã desta segunda-feira, o regime sírio reconheceu pela primeira vez a posse de armas químicas e ameaçou usá-las em caso de uma intervenção militar ocidental, mas nunca contra a sua população. O porta-voz do Pentágono, George Little, respondeu, afirmando que os sírios "não devem sequer pensar por um segundo em usar armas químicas" e descreveu essa possibilidade como "inaceitável".

"Quando as armas químicas são mencionadas na imprensa por autoridades sírias, isso levanta preocupações", disse Little. "Nós nos oporemos fortemente - e isso é um eufemismo - a qualquer discussão que tente justificar o uso dessas armas pelo regime sírio", prosseguiu.

"O governo sírio é o responsável pela segurança e armazenamento das armas químicas, e a comunidade internacional cobrará de qualquer autoridade síria que não respeitar esta obrigação", alertou no domingo o porta-voz de Obama, Jay Carney.