23 de Julho, 2012 - 12:10 ( Brasília )

Geopolítica

Calderón condena política de armas dos EUA: "prejudica a todos"


O presidente do México, Felipe Calderón, disse no domingo através de sua conta no Twitter que o massacre cometido em um cinema do Colorado, no centro-oeste dos Estados Unidos, representa uma oportunidade para que o Congresso deste país revise "sua equivocada legislação" sobre armas.

"Pela tragédia de Aurora, Colorado, o Congresso Americano deve revisar sua equivocada legislação em matéria de armas. Prejudica a todos", disse Calderón.

Na sexta-feira, um homem armado invadiu uma sala de cinema de Aurora, onde ocorria a estreia do último episódio de Batman, O Cavaleiro das Trevas Ressurge. Seus disparos mataram 12 pessoas, entre elas uma menina de seis anos, e feriram outras 58, incluindo a mãe desta menina.

As autoridades informaram que James Holmes, suposto autor do ataque, comprou legalmente nos últimos dois meses quatro armas em uma loja local e mais de 6 mil cartuchos de munição através da internet.

O arsenal do atacante incluía mais de 3 mil cartuchos de munição para um rifle de assalto, 3 mil cartuchos para duas pistolas Glock e 300 para uma escopeta, indicou a polícia. Estes incidentes levantaram o eterno debate americano sobre o direito, ou não, de possuir armas de fogo.