10 de Julho, 2012 - 09:11 ( Brasília )

Geopolítica

EUA encerram programa de apoio ao combate às drogas na Bolívia e transferem equipamentos


A Divisão de Assuntos Antinarcóticos dos Estados Unidos (NAS) anunciou o início da transferência de infraestrutura, equipamentos e armas, na qualidade de doação ao governo boliviano, em função do encerramento do seu programa de apoio à luta contra o narcotráfico, em setembro próximo.

“Neste momento está sendo feita a transferência correspondente ao Conselho Nacional Contra o Tráfico Ilícito de Drogas”, disse Felipe Cáceres, responsável boliviano pela luta antidrogas.

A transferência compreende pequenas aeronaves, “oito helicópteros, 1.500 vagonetes, 45 veículos, lanchas, armamentos e equipamentos”, a cargo das diversas instâncias militares e policiais envolvidas na luta contra o narcotráfico, e toda a infraestrutura que o governo dos Estados Unidos construiu” durante 20 anos, acrescentou a autoridade.

Cáceres disse que esse conjunto de bens passará para a propriedade da Força Tarefa Conjunta, através do Ministério da Defesa, ou para a Força Especial de Luta contra o Narcotráfico, subordinada à Polícia.

Ele explicou que o afastamento da NAS obedece a razões orçamentárias. “Entendemos que seja uma questão estritamente de déficit econômico-financeiro”.

No entanto, ele disse que a retirada do apoio norte-americano não enfraquecerá o atual trabalho do governo boliviano.

A luta contra as drogas “será sustentável, nada mudará, nenhuma operação. Muito pelo contrário, vamos aumentar o número de operações”, garantiu o vice-ministro.

As operações ficarão a cargo da Unidade Executora de luta contra o narcotráfico, subordinada ao Ministério do Interior, “com orçamento de mais de US$ 20 milhões.