18 de Junho, 2012 - 12:54 ( Brasília )

Geopolítica

Moscou não deixará ações anti-russas dos EUA sem resposta


Moscou pronuncia-se energicamente, nas negociações com o Governo Norte Americano, sobre a inaceitabilidade da chamada troca da emenda Jackson-Vanik (sobre o comércio com a Rússia) pela lei sobre a lista Magnitski (que proibe a entrada de vários funcionários russos nos EUA), informou Iuri Uchakov, auxiliar do presidente da Rússia, em entrevista coletiva.

Alguns senadores estadunidenses declararam que iriam votar pela abolição da dita emenda só se fôr aprovada a lei sobre a lista Magnitski. O Kremin qualificou-o como um ostensivo passo anti-russo, e as razões da redação da lista, como “pretensões irreais de defender direitos humanos”.

“Washington deve dar-se conta de que teremos que tomar medidas de resposta”, - disse Uchakov nas vésperas do encontro dos presidentes da Rússia e dos EUA, a realizar-se nos bastidores da cimeira G20, no México.