13 de Junho, 2012 - 18:19 ( Brasília )

Geopolítica

Brasil 'equivoca-se' ao dar asilo a opositor boliviano, diz Morales


O Brasil "se equivoca" ao conceder asilo político ao senador opositor Roger Pinto que espera na delegação diplomática brasileira de La Paz um salvo-conduto para sair da Bolívia, afirmou nesta quarta-feira o presidente Evo Morales.

"Se alguns governos querem dar asilo, acredito que se equivocam. Não creio que haja governos que possam proteger por (denúncias de) violação aos direitos humanos ou por corrupção", afirmou Morales em coletiva de imprensa, questionado sobre o caso do parlamentar boliviano.

Pinto beneficiou-se da medida diplomática na sexta-feira da semana passada, após alegar perseguição política. O governo boliviano entrou com cerca de 20 ações judiciais contra ele em diferentes instâncias.

"Vamos tentar passar alguma documentação a altas autoridades brasileiras" sobre o legislador opositor, acusado de violar os direitos humanos e de desviar fundos públicos, "para que possam avaliar essa situação", completou Morales.

Segundo opositores, uma dezena de políticos bolivianos obteve asilo ou refúgio em Brasil, Peru, Argentina e Estados Unidos nos últimos três anos.