17 de Maio, 2012 - 10:24 ( Brasília )

Geopolítica

Irã diz que não renunciará a direitos nucleares


O Irã rejeita as pressões e não renunciará a seus direitos na questão de política nuclear, afirmou nesta quinta-feira Said Jalili, chefe dos negociadores iranianos para o tema, uma semana antes do reinício das conversações com o Grupo 5+1 em Bagdá.

"Se participamos nas negociações em posição de força é por nossa resistência. Com nossa resistência, defendemos os direitos do povo iraniano", disse Jalili. "O povo iraniano não está disposto a ceder um centímetro em seus direitos na questão nuclear", insistiu.

"Aconselho as autoridades ocidentais que não cometam erros de cálculo. Em Bagdá poderemos negociar a cooperação, mas sobre a base do respeito aos direitos inalienáveis do Irã", disse. "O caminho escolhido por nosso país é um caminho sem retorno. Eles desejam impedir o progresso do Irã no domínio nuclear, mas fracassaram. O Irã se tornou um país nuclear".

A comunidade internacional suspeita que o Irã deseja desenvolver armamento atômica sob a fachada do programa nuclear civil, hipótese que o governo do Irã nega categoricamente. Jalili reiterou ainda que as sanções e as pressões internacionais não afetarão a determinação do Irã.