16 de Maio, 2012 - 11:19 ( Brasília )

Geopolítica

Líder da Al-Qaeda alerta Iêmen sobre 'conspiração' americana


O líder da Al-Qaeda, Ayman al-Zawahiri, advertiu os iemenitas de uma "conspiração" americana contra o seu país, em mensagem de áudio postada nas últimas horas em sites islamitas.

"Falo hoje da grande conspiração dos Estados Unidos no Golfo Pérsico contra o povo iemenita. Os Estados Unidos e seus agentes nos Emirados Árabes Unidos utilizaram o dinheiro e se aproveitaram da corrupção no Iêmen para organizar a situação em seu benefício", afirmou Al-Zawahiri.

O governo dos EUA apoia o Exército iemenita em sua luta contra a Al-Qaeda no sul do Iêmen, onde as Forças Armadas iniciaram no último sábado uma ofensiva contra suas fortificações que ainda perdura e já deixou dezenas de supostos terroristas mortos.

"Dirijo uma mensagem ao povo iemenita e lhe digo que deve haver um movimento contínuo contra a corrupção que ainda governa. Deve haver insistência para purificar o país dos agentes", afirmou Al-Zawahiri no áudio, cuja autenticidade não foi verificada.

Na fita, Al-Zawahiri fez referência a seu antecessor à frente da Al-Qaeda, Osama bin Laden, e ao clérigo radical Anwar al-Awlaki, dirigente da organização na Península Arábica, ambos falecidos em 2011, e pediu ao povo iemenita que tome suas vidas como exemplo.

Além disso, criticou o ex-presidente iemenita Ali Abdullah Saleh e o chefe de Estado atual, Abdo Rabbo Mansour Hadi, e acusou os dois de serem "assassinos, ladrões, traidores e corruptos".

Na gravação, com 16 minutos de duração, se intercalam extratos de vídeos de Awlaki gravados antes de sua morte, em 30 de setembro de 2011, nos quais critica os EUA e encoraja os mujahedins (guerreiros santos) a lutarem contra esse país.

Por outro lado, em discurso divulgado nesta quarta-feira pela agência oficial de notícias Saba, o presidente iemenita louvou os esforços das tribos que colaboram com as forças de segurança na luta contra a Al-Qaeda na província meridional de Abian.