24 de Abril, 2012 - 09:03 ( Brasília )

Geopolítica

Nova pesquisa aponta Chávez 19 pontos à frente de Capriles


O presidente venezuelano, Hugo Chávez, supera em 19% seu rival, o candidato da oposição Henrique Capriles, nas intenções de voto para as eleições presidenciais do país, que serão realizadas em 7 de outubro. "Neste momento, 53% dos venezuelanos votaria no presidente Chávez, contra 34% que optaria por Henrique Capriles", disse em entrevista para o canal Venevisión, Oscar Schemel, presidente do Hinterlaces, instituto que realizou a pesquisa.

A enquete foi produzida entre 10 e 18 de abril com 1.529 pessoas. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos. "A gestão do presidente segue bem avaliada, 66% dos venezuelanos tem uma opinião positiva sobre Chávez, dois em cada três consideram seu governo muito bom, bom ou regular", explicou Schemel. O presidente do Hinterlaces disse que a doença do chefe de estado atrai a atenção de toda a opinião pública do país, o que classificou como uma "hiperpersonalização do debate público". Segundo Schemel, esta situação gera uma radicalização do chavismo e o aumento dos laços afetivos com o presidente.

Segundo a pesquisa da Hinterlaces, 49% dos venezuelanos pensa que, se o candidato do governo não fosse Chávez, Capriles teria mais chances de vencer as eleições. Para o analista, o debate eleitoral e político venezuelano está muito influenciado pelo clima emocional do país, o que faz com que o governo de Chávez não receba um julgamento sobre sua gestão, mas sim uma avaliação moral.

Nas últimas semanas, foram divulgadas outras pesquisas de intenções de voto. Em todas elas, Chávez está na frente de Capriles, embora a diferença entre os dois varie de quatro a 30 pontos. A maioria das enquetes, no entanto, dá uma vantagem de mais de dez pontos para o atual presidente. Chávez está há nove dias em Havana realizando radioterapia, tratamento que começou após ele ser operado para retirar um novo tumor em 26 de fevereiro. Em junho do ano passado, ele também se submeteu a uma cirurgia para extrair um câncer.