16 de Abril, 2012 - 12:29 ( Brasília )

Geopolítica

Dissidente: tentativas chinesas de controlar internet são inúteis


O artista dissidente chinês Ai Weiwei adverte que as tentativas do governo chinês de censurar a internet estão inevitavelmente condenadas ao fracasso, em um artigo publicado neste domingo no jornal britânico The Guardian.

As novas medidas adotadas pelas autoridades contra os microblogueiros só "transferirão o problema para a próxima geração", afirma o artista, que foi detido de abril a junho de 2011, o que provocou uma onda de protestos em todo o mundo.

Ai Weiwei, 54 anos, vive desde então sob um forte controle por parte da polícia, sem poder sair de Pequim. "A longo prazo, terão que entender que não é possível controlar a internet, a menos que a desliguem", disse.

"As pessoas sempre terão a última palavra - mesmo se for uma voz tênue, serena. Tal poder entrará em colapso com um sussurro", afirma o artista, pintor, escultor e arquiteto. "A internet é incontrolável e, se a internet é incontrolável, a liberdade triunfará. É simples assim", conclui.