20 de Março, 2012 - 10:50 ( Brasília )

Geopolítica

Reforma das Forças Armadas da Rússia está quase concluída


A reforma das Forças Armadas russas está praticamente concluída. As FA se tornaram mais capazes de enfrentar as ameaças de guerra moderna, declarou o presidente Dmitri Medvedev em uma reunião do conselho consultivo alargado do Ministério da Defesa em Moscou.

O presidente observou que, de 2008 a 2011, a quota-parte de moderno equipamento militar  nas Forças Armadas aumentou consideravelmente e que a intensidade do treinamento de combate e operacional triplicou.

O presidente garantiu que a defesa nacional será financiada significativamente até 2020. Sublinhou que “a segurança dos nossos cidadãos, do nosso país e dos nossos aliados precisa de uma protecção garantida.”

Rússia dará resposta à DAM norte-americano

Discursando em reunião ampliada do Colégio do Ministério da Defesa, o Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, exortou aos preparativos para um grande reequipamento das Forças Armadas, para que em 2017-2018 o país esteja em condições de dar uma resposta à sistema de defesa antimissil norte-americana situada na Europa. A Rússia exige dos EUA garantias jurídicas de que a referida DAM não alvejará Moscou. Mas Washington recusa-se a fornecê-las, limitando-se a asseverações verbais.

Neste contexto, o Presidente anunciou uma série de passos russos. Por exemplo, foi posta em funcionamento uma estação radar em Kaliningrado e foi reforçada a proteção de instalações estratégicas nucleares russas. Além disto, foi formulada a tarefa de desenhar medidas visando destruir sistemas de informação e comando da DAM. Mísseis balísticos estratégicos, fornecidos às tropas de mísseis estratégicos e à Força Naval, foram dotados de novos aparelhos destinados a “perfurar” a DAM e novas ogivas de alta eficiência.

Se os EUA continuarem a instalar seu sistema global de DAM em torno da Rússia, Moscou reservar-se-á o direito de desistir de novos passos no domínio de desarmamento e até mesmo de abandonar o Tratado de Armamentos Estratégicos Ofensivos.